Efaneu não é pré-candidato a prefeito de São Roque

Foto: Arquivo JE
Foto sobre "Efaneu não é pré-candidato a prefeito de São Roque"

Da Redação: Carlos Mello - Foto: Arquivo JE

Efaneu Nolasco Godinho que militou durante muito tempo no PSDB e agora está no PSB desistiu e não é  pré-candidato a prefeitura de São Roque.

Nas rodas da cidade e entre os atuais políticos que pretendem disputar as eleições o nome de Efaneu era sempre dúvida. “Mas será candidato?” todos se perguntavam.

Recentemente o jornalista Vander Luiz divulgou em seu programa na Rádio Coluna FM 87,5 e em seu blog uma matéria com a dúvida se Efaneu seria ou não pré-candidato a prefeito de São Roque.

Na oportunidade Efaneu não quis gravar entrevista e continuava deixando a dúvida no ar.

Mas no dia 14 de fevereiro, Efaneu disse a Cláudio que não seria candidato a prefeito de São Roque.

Em seu blog, Vander postou: “Logo após a vitória do Corinthians sobre o São Paulo por 2 a 0, clássico que ficou marcado pela falha do zagueiro Lucão do Tricolor.  Curiosamente Efaneu é são-paulino e Cláudio, corintiano”.

No dia 25 de fevereiro, Cláudio ganhou o respaldo do PSDB e de outros partidos que devem se coligar na campanha. A partir daí foram 20 dias de conversas até a confirmação da pré-candidatura.

O jornalista Vander fez um pequeno resumo sobre os principais motivos que Efaneu desistiu de ser candidato, veja no texto abaixo:

Fatores que pesaram na decisão de Efaneu

Alguns fatores pesam nessa decisão. Primeiro a posição da família que é contra a candidatura, depois tem o problema das contas de 2010 que foram rejeitadas pela Câmara acatando parecer do Tribunal de Contas. A decisão dos vereadores o tornou inelegível.

Efaneu teria que conseguir uma liminar que garantisse a candidatura e em caso de vitória a posse.

Além disso, a campanha promete ser pesada e o desgaste pode ser muito grande com as acusações que seguramente partirão de todos os lados.

No entanto, Efaneu não gostaria de deixar a vida pública com a marca causada pela reprovação de suas contas por não ter investido os 95% dos recursos do Fudeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). A meta não foi atingida por conta de 0,13% de um montante de 35 milhões de reais.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.