Totens de Álcool em Gel acionados com os pés começam a ser adotados em comércios de São Roque

Colégio São Roque adquiriu diversos itens para se preparar para a retomada de suas atividades

Da Redação: Rafael Barbosa
Foto: Divulgação
Foto sobre "Totens de Álcool em Gel acionados com os pés começam a ser adotados em comércios de São Roque"

Diversas empresas de São Roque já estão adotando a utilização de totens de álcool em Gel como forma de se prepararem para sua retomada comercial. A utilização do anticéptico se tornou obrigatório em comércios ou estabelecimentos que prestam qualquer tipo de atendimento presencial e os totens oferecem mais segurança pois não precisam ser manuseados, sendo acionados com os pés (através de um pedal) para que o líquido seja despejado diretamente nas mãos das pessoas.

Os totens passaram a ser fabricados por muitas empresas que tiveram que se reinventar para passar pela crise econômica do coronavírus, migrando sua área de atuação para atender outras demandas que que se tornaram importantes com a pandemia.

Empresarios que mudaram seu ramo de atuação para fabricar os itens já colhem os resultados com boas vendas e segundo apurações do Jornal da Economia já é possível encontrar os artigos em empresas que se preparam para voltar as suas atividades, como o Colégio São Roque, a escola Aquarela, a academia Bradook Box e a Viva São Roque Buffet Infantil.

Os totens utilizados no Colégio São Roque foram adquiridos de uma empresa de São Paulo que foi destacada em uma reportagem do portal Jornal da Band. Confira abaixo.

Porém não são apenas os boxs que tem se tornado comuns na região. Outras empresas também tem migrado sua atuação para fabricar outros itens de segurança importantes durante a pandemia, como o Túnel de Sanitização. Recentemente um destes itens foi doado a Santa Casa pelas empresas Rhonda Maq e a Viva Park, que contaram com o apoio da Viniplast, Boschetti Outdoors e Nippobac.

Segundo o proprietário da Rhonda Maq, Paulo Cesar Maciel Junior, a ideia de fabricar o equipamento surgiu quando viu uma reportagem sobre como o produto vinha sendo utilizado de forma ampla na Europa e, ao ver que sua empresa tinha condições de fabricar o material, começou a produção e encontrou clientes interessados em toda a região.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.