Novo pedido de Lili Aymar para voltar ao cargo de prefeita é negado pela Justiça

A prefeita foi afastada em outubro pelo Ministério Público

Foto: Reprodução / TV TEM
Foto sobre "Novo pedido de Lili Aymar para voltar ao cargo de prefeita é negado pela Justiça"

Foi negado pela Justiça, nesta quarta-feira (04), mais um pedido da prefeita afastada de Araçariguama para voltar ao cargo. Lili Aymar foi afastada no dia 18 de outubro deste ano por improbidade administrativa e o vice-prefeito João Batista Junior, passou a assumir o cargo após o primeiro pedido de Lili, também negado em 23 de outubro.

O pedido de afastamento da administradora municipal foi feito pelo Ministério Público, que declarou que o marido dela, Carlos Aymar, era quem realmente administrava a cidade. Aymar foi preso quatro dias antes, em 14 de outubro, suspeito de receber dinheiro de propina para permitir a construção de um conjunto habitacional.

Além do marido de Lili, também foi preso o secretário de gabinete Israel Pereira da Silva, por suposta participação no esquema. Os dois estão detidos em Tremembé.

Segundo afastamento

Esta já é a segunda vez que Lili Aymar é afastada do cargo de prefeita de Araçariguama. No início do ano, ela teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores pelo suposto uso de verbas públicas irregularmente no aluguel de imóveis.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.