Crise econômica faz vendas de carros seminovos crescerem mais de 23%

É preciso ficar alertar ao estado do veículo usado; especialista dá dicas de revisão na hora da compra

Foto sobre "Crise econômica faz vendas de carros seminovos crescerem mais de 23%"

Da Redação Foto: Divulgação

 As vendas de carros seminovos cresceram 23,6%, em comparação ao primeiro semestre de 2015, de acordo com a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). Os dados da pesquisa mostra que os consumidores estão deixado de buscar veículos zero quilômetro e optando por modelos com até três anos de uso, já que se encaixam melhor no orçamento neste momento de crise. Porém, é preciso ficar atento ao estado do veículo que será adquirido.

O diretor comercial do centro automotivo MJ, Fernando do Nascimento Silva, alerta que é necessário pedir o histórico e garantia do veículo ao proprietário ou à concessionária. “Desta forma, o comprador vai acompanhar a manutenção do carro. Mesmo assim, ainda deve-se conferir a troca de óleo do motor e o estado da correia dentada. Em carros populares, a troca da correia dentada custa cerca de R$ 250, mas em caso da peça estourar por falta substituição, a retificação do motor não fica por menos de R$ 1.500”, destaca.

Outra dica importante é conferir a quilometragem do veículo para entender quais peças estão desgastadas. O ideal é fazer uma revisão completa do automóvel para verificar freio, suspensão e conservação dos pneus. “Estes são itens fundamentais para a segurança do condutor e dos passageiros. Se uma das peças estiver com problema, o risco de perder a direção do carro é grande, e consequentemente sofrer um acidente”, orienta Fernando.

A funilaria do automóvel também influencia na depreciação do seu valor. “A lataria amassada, riscada ou desbotada reduz em até 20% o valor do carro na tabela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe)”, revela o diretor da MJ.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.