Decorar para transformar

Projeto Décor Solidário faz a alegria das crianças em risco social ao entregar a instituição TJ Abriga Criança o espaço totalmente revitalizado e com a alegria que elas realmente merecem

Foto sobre "Decorar para transformar"
Creditos da imagem: Fotos: Osvaldo Castro

Da redação

Algodão doce, brigadeiro, sorvete, brincadeiras, histórias, fantasias e muito brilho nos olhos. O Dia das Crianças dos pequenos moradores do lar TJ Criança Abriga, localizado no bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte, certamente teve um gostinho especial neste ano de 2015. A festinha repleta de guloseimas e diversão, que aconteceu alguns dias antes de 12 de outubro, era a culminância de um presente muito maior que eles haviam recebido: a transformação daquela instituição num lar de verdade, cheio de cores e alegria.

A revitalização se deu por meio do projeto Décor Solidário, idealizado pela designer de interiores Fabiana Visacro em parceria com a agência Mão Dupla Comunicação, especializada em arquitetura e design. “Entendemos o design de interiores como uma ferramenta transformadora, que possui o poder de melhorar a autoestima das pessoas, deixá-las mais alegres, tranquilas e bem dispostas, estimular as relações interpessoais e muito mais. Partindo desse princípio, nasceu este projeto de reformar um espaço filantrópico e presentear pessoas muitos especiais. No ano passado, na primeira edição do projeto, reformamos um lar de idosas. Este ano, trabalhamos em prol do TJ Criança Abriga, um lar que recebe crianças que, por diferentes motivos, foram afastadas de suas famílias”, conta Fabiana Visacro que, além de designer, é também psicóloga.

A execução do projeto torna-se possível graças ao voluntariado de arquitetos e designers de interiores que não apenas desenvolvem e executam os projetos, como correm atrás de possíveis parceiros solidários. “Estes parceiros são empresas do segmento que doam materiais, móveis e serviços. Além de pessoas comuns que se identificam com o projeto e se predispõem a fazer doações e artistas que cedem obras de arte para serem leiloadas a fim de arrecadarmos fundos para arcar com as despesas de mão de obra”, explica Fabiana. A marmoraria Baracho Pedras, por exemplo, foi um dos parceiros que abraçou a causa neste ano de 2015, doando pedras naturais para a cozinha e a área de serviço. “Nos identificamos muito com a ideia do Décor Solidário. Percebi que enquanto empresa eu posso ser útil fornecendo materiais e enquanto ser humano tenho muito a ganhar por vivenciar essa experiência de solidariedade. É muito gratificante”, avalia Fátima Baracho, diretora da marmoraria.

O resultado desta força tarefa são ambientes cheios alegria e aconchego, que emociona a todos os envolvidos. “O TJ Criança Abriga não tinha cara de casa de criança. Tinha cara de uma instituição. Quando tomei posse da presidência, no começo deste ano, tive muita vontade de mudar tudo aqui, e logo fiquei sabendo da existência do Décor Solidário. O que foi feito aqui não tem preço. Essa transformação é muito importante para nós que trabalhamos aqui e principalmente para as crianças. Essas mudanças que foram feitas nos ajudarão a trabalhar com a individualidade de cada uma delas. Agora cada uma tem o seu espaço e é um espaço especial, com muita alegria e muita cor. Cada cantinho que eu olho é motivo de muita emoção”, comemorou Vânia Cláudia Resende, presidente do TJ Criança Abriga.

Para Itamar Carvalho, que há 15 anos fundou o abrigo e hoje atua como vice-presidente, a reforma foi um marco na história da casa. “Nós realmente não teríamos condições de fazer nem um décimo do que foi feito aqui. A casa existe por causa das crianças, nós trabalhamos pelo bem-estar delas. O que o Décor Solidário proporcionou a esses meninos e meninas é fantástico”.  

As palavras da equipe do TJ Criança Abriga e o sorriso de cada criança que vive ali são mais que suficientes para dar ao Décor Solidário a energia necessária para que já se comece a pensar nas ações dos próximos anos. Afinal, esta foi só a segunda edição, de muitas que estão por vir.

 

Fotos: Osvaldo Castro

 

                               Antes                                                                                   Depois

     

Sala de jantar foi transformada em uma colorida sala de TV pelas profissionais do escritório Morávia Arquitetura & Interiores

                                        Antes                                                                                       Depois

    
?
?A triste cozinha da instituição ganhou vida e alegria nas mãos da designer Fabiana Visacro

 

 
                                                     Antes                                                            Depois?

    
?

A designer Deusicléia Horta transformou a antiga sala estudo em uma verdadeira salinha de aula com móveis no tamanho ideal para os pequenos

 

 
 
?
 
 
 
 
 

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.