Moradoras do bairro Taipas de Pedra reclamam de falta de água

JE questionou a Sabesp e aguarda um posicionamento da companhia

Da Redação: Ana Laura Gonzalez
Foto: Reprodução / Agência Brasil
Foto sobre "Moradoras do bairro Taipas de Pedra reclamam de falta de água"

Moradoras entraram em contato com o Jornal da Economia para reclamar que o bairro Taipas de Pedra, em São Roque, está sem abastecimento de água desde o último domingo (15). A demanda foi enviada à nossa redação após release da Sabesp que informava a manutenção elétrica no sistema de bombeamento de água tratada localizado na Rua José Mineiro, s/nº, que se estende aos bairros Vila Vilma, Taipas de Pedra, Ponderosa e Altos da Serra.

O texto ainda dizia que a normalização do abastecimento deveria ocorrer de forma gradual após o término dos trabalhos, porém as munícipes rebatem a afirmação. “Estamos sem água desde domingo, sem aviso prévio. Tenho um filho de 5 anos, estou grávida, e precisamos nos alimentar e tomar banho todas as noites na casa da minha mãe”, declarou a mulher, destacando que é um descaso pedir uso consciente se a própria empresa não informou de maneira prévia a suspensão aos moradores.

“Toda vez que ligamos para a Sabesp, os funcionários informam que a água será restabelecida no final do dia e nada. Tenho um bebê de 1 ano e estamos desde ontem sem banho, não temos mais nem panelas limpas para fazer comida e eles só nos enrolam”, reclamou a cidadã são-roquense.

O JE questionou a companhia responsável pelos serviços de água e esgoto da cidade e, em resposta, a Sabesp informou que a manutenção de emergência no sistema de bombeamento de água tratada que abastece os bairros Vila Vilma, Taipas de Pedra, Ponderosa e Altos da Serra, em São Roque, causou intermitência no fornecimento de água desta região.

“Os trabalhos continuam no local, pois a Companhia ainda tenta localizar um vazamento não visível que está prejudicando o fornecimento de água. Assim que for localizado, o reparo será providenciado”, afirmou a empresa.

A Sabesp ainda disse que, durante a realização dos trabalhos, vai disponibilizar dois caminhões-tanque para atender a população. “A companhia pede desculpas pelos transtornos e orienta a população para que economize no uso da água de seus reservatórios domiciliares, para uma mais rápida recuperação do sistema”, finalizou.

Solicitações devem ser feitas à Sabesp pelos telefones: 195 e 0800 055 0195 (ligações gratuitas).

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.