Pacientes reclamam da demora no atendimento em hospitais de São Roque

Munícipes que aguardavam consulta na Unimed e Santa Casa se mostraram insatisfeitos com a prestação de serviço das unidades de saúde

Da Redação: Ana Laura Gonzalez
Foto: Arquivo Pessoal
Foto sobre "Pacientes reclamam da demora no atendimento em hospitais de São Roque"
Creditos da imagem: Foto da Santa Casa feita hoje por internauta

Desde o fim do ano passado, o Jornal da Economia vem recebendo diversas reclamações sobre a demora no atendimento e superlotação em hospitais de de São Roque e, na manhã desta segunda-feira (10), munícipes que aguardavam consulta na Unimed e Santa Casa se mostraram insatisfeitos com a prestação de serviço das unidades de saúde.

Um dos pacientes da Unimed São Roque nos procurou às 09h00 deste dia 10, afirmando que diante da alta no número de casos positivos da Covid-19 na cidade e região, ele classifica o atendimento do hospital como “uma falta de respeito com as pessoas”, pois a ala destinada a pacientes com sintomas respiratórios estaria lotada e com apenas um médico trabalhando no atendimento à população.

Sendo assim, o JE questionou a administração do hospital, que não quis se pronunciar a respeito do assunto.

Outra moradora que aguardava o atendimento na Ala de Combate à Gripe da Santa Casa entrou em contato com a nossa reportagem por volta das 11h00, reclamando da mesma situação. Segundo ela, na sala de espera havia mais de 60 pessoas, ressaltando que na ocasião somente um médico estaria prestando serviço ao público.

Diante do caso, nossa redação entrou em contato com a Prefeitura de São Roque, questionando se o governo municipal possui um planejamento a fim de controlar a superlotação da sala de espera e garantir mais agilidade no atendimento aos munícipes. A administração então nos enviou um posicionamento na tarde desta terça-feira (11). Confira abaixo a nota oficial na íntegra.

"A Santa Casa de São Roque informa que tem tomado diversas medidas para preservar a saúde da população diante do aumento de casos de síndrome gripal na cidade. No final do ano passado, a irmandade ativou a nova Ala de Combate à Gripe, oferecendo atendimento direcionado aos pacientes com sintomas gripais, e que atendeu mais de 2000 pessoas entre os dias 1º e 9 de janeiro.

O novo setor conta com sala de medicamentos e inalação própria, além de área de espera que foi ampliada para 4 salas, sendo uma dedicada aos acompanhantes, equipe de enfermagem exclusiva, e dois profissionais da área médica (número que pode ser ampliado para três nos momentos de baixa procura no Pronto Atendimento Geral).

Essa estrutura está disponível em tempo integral, 24 horas por dia, 7 dias por semana, para a população. Quem busca atendimento, passa por uma triagem que identifica o grau de urgência para cada caso. Pacientes em situação de emergência são imediatamente atendidos, enquanto aqueles com sintomas leves, grande maioria dos atendidos até o momento, seguem o tempo de espera praticado em todos os hospitais do país.

A Santa Casa segue amparando a toda a população e buscando combater os crescentes casos de gripe que afetam não apenas São Roque, mas todo o país."

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.

  • Pedro

    Gostaria de postar uma reclamação Minha esposa foi encaminhada para passar por um ortopedista de mão no regional vaga está enviada pelo Cross em 2020 em 2021 após alguns meses teve a 3 consulta com o Dr.marcelo Cortez ,feito exames até março de 2021 e depois disto está aguardando até hoje 10/01/2022 não foi chamada para a cirurgia .será que e o médico que nunca se vê por lá ou e o hospital que demora mesmo