Uso de energia solar permite ao Sistema BRT Sorocaba reduzir até 77% o consumo elétrico

Assessoria de imprensa foto divulgação
Foto sobre "Uso de energia solar permite ao Sistema BRT Sorocaba  reduzir até 77% o consumo elétrico"

O uso de placas fotovoltaicas possibilita à operação do BRT Sorocaba economizar até 2.000 MWh (Megawatt-hora) por ano e ter uma redução de energia em 77%, considerando todos os corredores (Ipanema, Itavuvu e Oeste). No Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6), a concessionária destaca seu compromisso com a sustentabilidade e reforça mensagem sobre a economia de energia elétrica, a partir de fontes renováveis. Atualmente, a energia limpa é responsável por abastecer um Centro de Controle Operacional (CCO), dois terminais, 22 estações e 62 pontos de parada distribuídos pela cidade de Sorocaba.

 

A tecnologia adotada pelo sistema BRT permite o abastecimento total da operação, a partir da energia gerada pelos raios solares que são absorvidos pelas placas fotovoltaicas. Essas placas estão localizadas na parte superior das estruturas físicas dos terminais São Bento e Vitória Régia, nos corredores Ipanema e Itavuvu e, também, em todos os pontos de ônibus das regiões Sul, Centro e Leste. A solução possui eficiência energética, contribui para a economia e ajuda a reduzir os impactos ambientais.

 

Diariamente os passageiros são beneficiados por essa energia limpa, desde quem faz a recarga de celulares nos pontos de ônibus até a leitura das atualizações fornecidas pelos painéis eletrônicos nas estações. Toda operação é abastecida pelas placas fotovoltaicas. Somente a frota não faz uso de energia limpa, mas, ainda sim, possui tecnologia inovadora para menor emissão de poluentes e ruídos

 

Segundo Manoel Ferreira, Diretor de Operações da Concessionária BRT Sorocaba, ter uma visão socioambiental é um pilar fundamental do projeto BRT. “Somos pioneiros no segmento de ônibus ao investir no uso de energia fotovoltaica como fonte alimentadora e o retorno para o sistema têm sido muito positivo. Temos um recurso inesgotável, que é o sol, e ele está à disposição na maioria dos dias. Aproveitamos essa energia, preservamos outros recursos e,  ainda, devolvemos o que geramos para o sistema de energia da cidade. Todos saem ganhando”, explica Ferreira.

 

Além da geração de energia limpa, o sistema BRT segue padrões de sustentabilidade com a água de reuso para limpeza interna e jardinagem, iluminação em LED que fornece melhor qualidade de iluminação e contribui para redução no consumo de energia elétrica e isolamento térmico nas estações, que proporciona uma climatização adequada com iluminação e ventilação.

 

Ao final do período de implantação, as placas fotovoltaicas também abastecerão o futuro terminal Nova Manchester, mais 10 novas estações, os 96 pontos de paradas que compõem o sistema e a garagem.

 

 

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.