Polícia investiga morte de jovem encontrado baleado dentro de casa em São Roque

Caso foi registrado na delegacia da cidade

Fonte: São Roque Notícias
Foto: Reprodução / Facebook
Foto sobre "Polícia investiga morte de jovem encontrado baleado dentro de casa em São Roque"

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso de um jovem de 21 anos que foi encontrado morto dentro de sua casa na noite do último domingo (06), em São Roque. De acordo com informações que chegam à reportagem, as autoridades querem saber se Yago Nobre atentou contra a própria vida ou se a morte se trata de um homicídio.

O corpo de Yago foi encontrado por uma amiga que, na intenção de falar com ele, foi até a residência, localizada entre o Jardim Ester e bairro da Estação. Quando chegou ao local, a mulher percebeu que a casa estava fechada, mas conseguiu entrar após pegar a chave por uma janela que estava aberta.

Ao se deparar com o corpo, por volta das 22h00, ela ligou para a família e avisou a Polícia Militar, que esteve na residência juntamente com investigadores da Polícia Civil.

Segundo as autoridades, o local foi isolado e peritos do Instituto de Criminalística encontraram o corpo no chão do quarto, ao lado de uma cama e com um ferimento de disparo de arma de fogo na região da testa.

Os policiais afirmam que, em cima da cama e ao lado de um celular, havia uma arma calibre 32 com três cartuchos íntegros e dois deflagrados.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de São Roque e, após os trabalhos periciais, o corpo foi liberado e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba.

Movimento LGBTQIA+ e amigos prestam homenagens

A morte de Yago Nobre foi lamentada pelo movimento LGBTQIA+ de São Roque, que pede para que o caso seja devidamente apurado e esclareça as causas do falecimento.

O jovem era bastante conhecido por moradores da cidade e sua morte chocou diversos amigos, que prestaram homenagens nas redes sociais.

“Como vai ser minha vida sem você, Yago? Viver num mundo sem você não faz sentido pra mim e acredito que pra todas as pessoas. Você marcou nossas vidas, você era uma alma única, livre, sua. Tão dono de si, tão livre. Você viveu intensamente cada segundo. Você nos ensinou tanto, em cada segundo! Meu melhor amigo, meu primeiro filho, meu amor!”, escreveu uma amiga.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.