CCR engaja caminhoneiros no combate à exploração sexual infantil

Ação é liderada pelo programa Estrada para a Saúde

Fonte: Assessoria de Imprensa
Foto: Reprodução / Internet
Foto sobre "CCR engaja caminhoneiros no combate à exploração sexual infantil"

O Instituto CCR, gestor social do Grupo CCR, do qual a CCR ViaOeste faz parte, promove ação de conscientização dedicada ao 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A ação vai ao encontro do foco do Instituto CCR, que é o de promover inclusão social por meio de iniciativas que incentivem a preservação da vida, a saúde, a cidadania e o respeito ao próximo. A campanha é liderada pelo programa Estrada para a Saúde e tem o objetivo de tornar os caminhoneiros aliados no compromisso de proteção, denunciando atitudes suspeitas, de qualquer lugar do Brasil.

A campanha contempla abordagem junto aos caminhoneiros que utilizam os serviços do Estrada para a Saúde nos postos fixos dos trechos das concessionárias CCR ViaOeste, CCR AutoBAn, CCR NovaDutra e CCR RodoNorte, com material de orientação que explica o que são a violência, o abuso e a exploração sexual e orienta sobre prevenção e como denunciar.  A base do Programa Estrada para a Saúde da CCR ViaOeste fica no km 57 da rodovia Castello Branco, sentido Capital, em São Roque.

O objetivo é engajar o motorista a denunciar – com sigilo, segurança e agilidade – qualquer tipo de violência sexual ou infração que traga privação da infância ou da primeira juventude. E o caminho para tal é seguro e acessível. Com um telefonema para o ‘Disque 100’ – gratuito – é possível começar a mudar a realidade desafiadora desta temática. A data foi instituída pela Lei Federal 9.970/00, uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro, ancorada pela sociedade civil e por entidades de classe.

Como denunciar?

Basta utilizar o Disque 100 ou Disque Direitos Humanos, um serviço da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) que recebe denúncias de abuso e exploração contra crianças e adolescentes. Ele funciona diariamente 24h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas por qualquer pessoa de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.