Prefeitura de Mairinque realiza coleta de lixo após reclamação de moradores

Administração informou que retirada dos dejetos foi supervisionada pela empresa EPPO

Da Redação: Ana Laura Gonzalez
Fotos: Divulgação / TV TEM
Foto sobre "Prefeitura de Mairinque realiza coleta de lixo após reclamação de moradores"

A Prefeitura de Mairinque, na manhã de terça-feira (05), realizou uma coleta de lixo na região da Estrada Olhos D’água, no bairro Dona Catarina, onde no início desta semana diversos moradores reclamaram devido ao grande acúmulo de lixo presente no local, que fica em meio a uma trilha bastante utilizada por munícipes para passeios de bicicleta.

O Jornal da Economia questionou a Prefeitura com relação à limpeza que foi realizada e se o processo já está em fase final. Em resposta, a gestão informou que, sob orientação do prefeito Toninho Gemente, a retirada de 40 toneladas de lixo da Zona Rural de Mairinque foi acompanhada e supervisionada por parte da EPPO, empresa responsável pelas coletas no município.

“A EPPO, em sintonia com a gestão municipal, além de passar a conhecer toda a área de coleta da cidade, também vem orientando moradores, para que não despejem lixo em terrenos e demais locais impróprios, como ocorreu durante as festas de final de ano, com diversos pontos apresentando acúmulo de material, acarretando excessiva demora na coleta”, afirmou a Prefeitura, dizendo que os trabalhos terão continuidade e que a expectativa é de que até sexta, todas as localidades recebam uma ação de limpeza.

Na terça, uma equipe da TV TEM foi até o trecho para conferir a coleta e, na ocasião, conversou com o novo secretário de Obras da cidade, Rodrigo Peralta. O profissional, atuante na gestão do prefeito eleito, falou do caso e explicou sobre o funcionamento da EPPO. “Assumimos na segunda-feira e a empresa atual entrou num contrato emergencial. Ela começou a trabalhar em 23 de dezembro, então infelizmente tivemos esse pequeno acúmulo e não poderia ter acontecido um contrato no final do ano, onde a gente tem um pico na coleta de lixo”, declarou Peralta.

O secretário ainda garantiu que sua equipe, juntamente com a empresa de limpeza, já está realizando os trabalhos para que tudo seja colocado em ordem novamente, além de afirmar que a causa de tanto lixo pode estar ligada ao fato de visitantes terem passado os últimos dias de 2020 na cidade. “Por ser um bairro com muitas chácaras, pessoas de São Paulo vieram passar o final de ano e a gente não esperava essa aglomeração aqui na região, mas teve em chácaras, condomínio e, lógico, ocorreu a geração de lixo também, mas já estamos trabalhando com a empresa atual”, disse o profissional.

Cobranças nas redes sociais

No início da semana, diversas pessoas publicaram reclamações nas redes sociais a respeito do assunto pois, segundo elas, o lixo doméstico não era recolhido na cidade há 15 dias. Com os contêineres lotados, o material acabou sendo depositado nas laterais e, conforme imagens, montanhas foram formadas. O local mais afetado foi a zona rural, porém, ainda de acordo com a população, vários outros pontos da cidade também não tiveram o lixo coletado na última quinzena.

Em uma das postagens, uma moradora cobrou a atenção de autoridades como prefeito e vereadores para que a situação de acúmulo do lixo fosse solucionada, pois segundo ela, a cada semana a quantidade aumentava ainda mais. “Costumo passar lá de bike com os meus amigos, e a cada semana o volume está aumentando absurdamente. Hoje mesmo, quando passamos por lá, já tinha muito mais entulho que na semana passada, e quando voltamos, quase não conseguimos atravessar por conta da quantidade de lixo que foi depositada em poucas horas”, afirmou a munícipe, que também criticou o comportamento dos mairinquenses.

“Acredito que falta consciência e educação da população, que está cometendo crime ambiental. É uma atitude deplorável! Também entendo ser necessária uma intervenção imediata do Poder Público para coibir essa prática. Às margens da Estrada Mário Covas existem diversos pontos em que estão depositando lixo e entulho. Pessoal, vamos nos conscientizar e denunciar”, escreveu.

Já na segunda-feira (04), um homem publicou uma reflexão no Facebook, relacionada à atitude vinda de parte da população mairinquense. “Somos seres incríveis, mas conseguimos ser piores que gafanhotos!!! Essa foto é de um pequeno trecho indo para o Moreiras, lugar aonde normalmente quem anda de bike passa por lá para registrar momentos mágicos, mas após o Natal e o Ano Novo, o único novo é a continuação do desrespeito à natureza. Muito triste”, lamentou o munícipe.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.