Grande explosão atinge área portuária de Beirute e deixa feridos

Ao menos 50 pessoas morreram no incidente

Fonte: Portal G1
Foto: Anwar AMRO / AFP
Foto sobre "Grande explosão atinge área portuária de Beirute e deixa feridos"

Uma explosão ocorreu em uma região portuária de Beirute, no Líbano, nesta terça-feira (04). Ao menos 50 morreram e 2.750 ficaram feridos, segundo o ministro da Saúde do país, Hamad Hasan.

A principal hipótese para as explosões é que teria ocorrido um acidente em depósitos de material inflamável. Ainda que o país já tenha sido alvo de terroristas e vivenciado um período de instabilidade política, não há evidência até agora de que se trate de um atentado, sendo que grupo xiita Hezbollah e o governo de Israel negaram relação com o episódio.

"Os responsáveis pagarão o preço", disse o primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, ao afirmar que o incidente não ficará sem solução. "Fatos sobre esse armazém perigoso, que está lá desde 2014, serão anunciados, mas não vou me adiantar em relação às investigações", comentou.

A explosão causou estrago em larga escala, quebrou janelas a quilômetros de distância e destruiu muitos carros pelas extremidades do local.

De acordo com informações do Portal G1, um fotógrafo da agência Associated Press próximo do porto de Beirute disse que avistou pessoas feridas no chão e uma destruição generalizada no local.

Além disso, o chefe de segurança interna do Líbano, Abbas Ibrahim, declarou que a explosão, na região portuária do Líbano, aconteceu numa seção que contém materiais que podem ser altamente explosivos. No entanto, em uma entrevista televisionada, ele não quis especular o que poderia ser a causa da explosão.

Hamad Hasan, o ministro da Saúde, afirmou a uma emissora de TV que há um “alto número de feridos” e que os danos são muito grandes.

Imagens captadas por civis registraram o momento da explosão. 

O caso foi registrado por veículos nacionais e internacionais. 

 

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.