Ex-campeão paulista de poker garante vaga em grande torneio da América Latina

da Redação Foto: divulgação
Foto sobre "Ex-campeão paulista de poker garante vaga em grande torneio da América Latina"

Já existe um brasileiro garantido no Main Event do Kings Series of Poker (KSOP), um dos principais torneios de poker de todo o circuito brasileiro e latino-americano da modalidade. Jogador em ascensão no cenário paulista, Gustavo Monteiro ficou em primeiro lugar em um dos torneios satélites que dão vaga direta ao evento principal do KSOP.

O jogador de Ibiúna tentará a sorte no cenário nacional, depois de bastante sucesso no circuito estadual. Seu grande feito até hoje foi o título paulista, conquistado em uma das etapas do Campeonato Paulista de Poker (CPH), em 2017, ocasião em que surpreendeu os concorrentes e levou pra casa o prêmio de R$ 115 mil, um dos maiores de sua carreira no esporte da mente.

Ele não será o único brasileiro na disputa do torneio. A primeira edição do satélite também teve outros bons nomes do país se destacando e garantindo vaga no Main Event, são casos de Marcos Henrique, Jonathan Rosa, Marlon Kwiatkowski e Alessandro Higashi. Os últimos satélites também deram vaga a Daniel Merlo, Emmanuel de Castro, Matheus Gracioli, Helio David, Rodrigo Durão, Vitor Moreira, Juliano Keske, Antonio José, Mauricio Lisboa, Douglas Paes, Iuran Nikolau, Leocir José, Nicole Rose e Eduardo Guerin.

Além dos brasileiros, o torneio terá participação de jogadores de Peru, Chile e Argentina, que também já garantiram classificação por meio do satélite do KSOP. A expectativa é de que o campeonato reúna alguns dos melhores praticantes de poker do continente latino-americano.

O classificatório para o torneio High Roller também teve predomínio dos brasileiros. Danilo Costa Gomes, Diogo Ferreira Da Silva, Luiz Eduardo Leiro, André Abreu e Marcelo Crippa se classificaram para a competição no primeiro dia. Depois, foi a vez de Bruno Lira, Eduardo Diniz, Victor Onizuka, Felipe Hansem e Mateus Alves “carimbarem o passaporte” – ainda que virtual, mas vale pela força de expressão.

KSOP será totalmente online


Torneio terá premiação garantida de mais de R$ 2 milhões. Foto: Reprodução / KSOP

O Kings Series of Poker começa na próxima semana, no dia 1º de maio, e tem duração prevista para até o dia 5. Serão alguns torneios paralelos ao Main Event, que terá início no dia 2 e vai até o dia 4.  Ao todo, a competição distribuirá uma premiação garantida de US$ 385 mil (pouco mais de R$ 2 milhões). Os valores de entrada (buy-in) variam de acordo com o evento, US$ 5,50 e US$320.

Considerado um dos maiores torneios ao vivo do continente, a edição deste ano do KSOP será 100% online, disputada na plataforma do partypoker, marca que é referência mundial no esporte da mente. Isso porque as medidas de isolamento social impedem a realização da competição de maneira presencial, como sempre foi. Dessa forma, o KSOP segue a tendência de outros grandes campeonatos, como o World Series of Poker e o World Poker Tour, que também apostam em disputas online para seguirem na ativa.

“É uma alegria oferecer uma versão do KSOP online nesse momento difícil para o nosso mercado. Anunciar esse projeto em parceria com o partypoker traz muita credibilidade para o público, bem como ao KSOP, e é motivo de muito orgulho para a Kings Eventos estar ao lado dessa marca referência do poker no mundo inteiro! Torcemos para que seja o início de uma aliança que poderá alcançar também os eventos ao vivo”, declarou Moisés Moraes, diretor da Kings Eventos, que organiza o torneio em conjunto com o partypoker.

Os torneios satélites, como o que classificou Gustavo Monteiro e outros brasileiros, continuam rolando até o dia 30 de abril, de forma 100% online.

Brasileiros agitam o circuito online

Em tempos de não-realização de torneios ao vivo, o circuito digital segue mais agitado do que nunca nos principais sites, com jogadores do Brasil se destacando nos grandes campeonatos e faturando premiações mais que generosas.

É o caso de Luciano Hollanda, que pela segunda vez em poucas semanas fez mesa final em um evento da Powerfest, também organizada pela partypoker. O jogador de Curitiba, no Paraná, foi vice-campeão no $530 NLH (8-Max, KO Progressivo) e levou o prêmio de US$ 15 mil (cerca de R$ 83 mil).

Outros nomes de destaque do cenário nacional, como Bernardo Dias, Yuri Martins, Renato Nomura, Thiago Grigoletti e William Barbosa também faturaram boas quantias com desempenhos acima da média na Powerfest.

Um dos maiores sucessos do circuito online, a Powerfest já foi prorrogada algumas vezes para atender a alta demanda de jogadores. Programada inicialmente para durar até o final de março, a competição agora tem encerramento previsto para o dia 3 de maio, com uma premiação total garantida de US$ 60 milhões (mais de R$ 330 milhões).

 

 

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.