Câmpus São Roque Inaugura Usina Fotovoltaica

da Redação Foto: divulgação
Foto sobre "Câmpus São Roque Inaugura Usina Fotovoltaica"

O câmpus São Roque do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) inaugurou a sua usina fotovoltaica no dia 7 de agosto de 2019.

A iniciativa é fruto do esforço conjunto da direção geral do IFSP campus São Roque com a equipe do projeto Eficientização do IFSP campus São Roque SP, aprovado na Chamada Pública NP/PEE-CPFL ENERGIA 001/2018.

“A usina representa uma significativa conquista para o nosso câmpus”, diz o diretor do câmpus São Roque e idealizador da ação, Prof. Dr. Ricardo Coelho dos Santos. Ele ressalta a importância do uso da energia pela conversão solar-elétrica. “Ela é resultado do trabalho de uma equipe que trabalhou incansavelmente para seguirmos sendo referência em busca de uma sociedade sustentável”, complementa o professor.

A instalação possui 141 módulos voltaicos e está conectada à rede elétrica do campus e à rede da concessionária, o que representará uma economia significativa para a instituição.

Coordenador do projeto, o Prof. Me. Luiz Felipe B. Martins avalia que a usina "caracteriza um grande incentivo aos trabalhos voltados para a área de tecnologias sustentáveis". Para ele, a iniciativa também poderá servir de inspiração para outras instituições da região.

 

"A usina instalada pode fomentar ações interdisciplinares em diversas áreas, envolvendo as de Extensão, Ensino, Pesquisa e Desenvolvimento", afirma Martins.

"Parabenizo e agradeço o empenho de todos os envolvidos, em especial aos servidores Marcos A. Hirakawa e Jean Louis R. de Morais pelo compromisso com o projeto nesses últimos meses", complementa o coordenador.

Projeto Eficientização do IFSP Câmpus São Roque - SP também substituiu mais de 900 lâmpadas fluorescentes tubulares e de vapor de sódio do campus por lâmpadas e luminárias com tecnologia LED, que são mais econômicas e eficientes.

 

Ginásio poliesportivo do IFSP Câmpus São Roque com nova iluminação.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.

  • Augusto Oliveira

    Esta iniciativa deveria se espalhar para todas escolas públicas e privadas e demais instituições públicas do país visando a economizar energia e utilizar o dinheiro da economia na melhoria do ensino