Messi pede final contra Neymar e diz que Maradona não teve culpa em 2010

Craque argentino esbanja confiança e diz que está preparado para levantar a taça

Foto sobre "Messi pede final contra Neymar e diz que Maradona não teve culpa em 2010"
Creditos da imagem: Globo Esporte / Fotos: Divulgação/Getty Images

Uma final entre Brasil e Argentina é o grande sonho dos torcedores das duas maiores potências do futebol na América do Sul. E os jogadores das seleções rivais também gostariam de se enfrentar no Maracanã, no dia 13 de julho. Que o diga Lionel Messi, capitão dos hermanos e um dos grandes destaques do Mundial. O principal craque do time argentino aguarda ansiosamente por um embate direto com Neymar, camisa 10 da Seleção e seu colega no Barcelona. 

- É um sonho poder conquistar a taça. Pelo andamento das coisas, acredito que vamos conseguir. Tomara que eu possa jogar a final contra Neymar. Mas, se não for contra ele, que seja contra qualquer outra equipe - afirmou o camisa 10 argentino, em entrevista ao canal mexicano “TV Azteca”. 

Com confiança de sobra, Messi destaca a solidez do grupo comandado pelo técnico Alejandro Sabella e assume a condição de um dos favoritos para vencer o Mundial no Brasil. O craque do Barcelona e seus companheiros estão concentrados na Cidade do Galo, em Belo Horizonte, e estreiam na Copa contra a Bósnia, no Maracanã, no próximo domingo, dia 15.

- Estou com muita vontade de ganhar esta disputa. Acredito que aprendi o que fiz de errado nas edições anteriores e não vou repetir os mesmos erros. Não tenho dúvida de que há muito otimismo, com um grupo que está muito sólido e não perde há bastante tempo.


Quatro vezes eleito o melhor do mundo, Messi nunca escondeu o desejo de acrescentar a taça da Copa em sua coleção de prêmios. Aos 26 anos, o craque argentino recordou suas duas participações anteriores, na Alemanha, em 2006, e na África do Sul, em 2010, e poupou o ex-treinador Diego Maradona da responsabilidade pela eliminação na última edição. Nos dois Mundiais, a Argentina parou nas quartas de final, diante da seleção alemã.  

- A minha primeira experiência na Copa foi linda, mas foram injustos comigo depois da nossa eliminação, porque me diziam que eu não tinha sentido a derrota, e as coisas não foram assim. Em 2010, nos dávamos muito bem com Maradona, ele tem uma forma muito especial de se comunicar com o grupo. Às vezes é mais fácil tirar um técnico do que alguns jogadores. Os jogadores foram os verdadeiros responsáveis pela eliminação, não o técnico - disse Messi.

Na manhã desta quarta-feira, a Argentina realiza um treino aberto ao público na Arena Independência. Os 4 mil ingressos colocados à disposição da torcida se esgotaram em menos de 3 horas. A estreia na Copa do Mundo está marcada para o próximo domingo, às 19h, contra a Bósnia-Herzegovina, no Maracanã, pelo Grupo F. No dia 21 de junho, a seleção argentina enfrenta o Irã, às 13h, no Mineirão. O último jogo na primeira fase será contra a Nigéria, no dia 25, em Porto Alegre, no estádio Beira-Rio.

 

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.