Paralisação contra cortes na Educação afeta escolas em São Roque

Nível de adesão a movimento variou entre instituições estaduais

Da Redação: Rafael Barbosa
Fotos: Rafael Barbosa
Foto sobre "Paralisação contra cortes na Educação afeta escolas em São Roque"

A paralisação promovida por professores contra os cortes na Educação, anunciados pelo Governo Jair Bolsonaro, afetaram as aulas em escolas estaduais de São Roque. Segundo levantamento realizado pela nossa redação, pelo menos três instituições estaduais da cidade tiveram suas aulas afetadas pela adesão de educadores ao movimento.

A escola Germano Negrini, localizada no Bairro Taboão, teve adesão de 100% dos professores a causa e, assim, não haverá aula ao longo do dia. Já as escolas Horácio Manley Lane, localizada na região central, e a Distrital de Mailasqui, localizada no mesmo distrito, tiveram adesão parcial dos professores o que afetou o andamento de algumas aulas, porém os números precisos do impacto do ensino nas instituições ainda estão sendo avaliados.

A escola Epaminondas de Oliveira, localizada em São João Novo, não teve adesão de professores ao movimento e as aulas seguem normalmente.

É importante ressaltar que não houve dispensa oficial dos alunos em nenhuma das instituições, já que a adesão à paralisação era uma escolha individual de cada professor.

Contra cortes na Educação

A paralisação de professores da rede estadual se une ao protesto nacional ocorrido nas principais cidades de 26 estados e no Distrito Federal, contra o governo Jair Bolsonaro devido aos cortes anunciados na area da educação e que vão desde o ensino básico a instituições de ensino superior

Os protestos envolvem professores, estudantes e trabalhadores da educação que já participam de atos na manhã de desta quarta-feira (15). Já são registradas manifestações na Bahia, Minas Gerais, Pará, Ceará, Espírito Santo, Piauí. Discentes e docentes da USP (Universidade de São Paulo) realizam protesto desde cedo nos arredores da instituição de ensino superior, localizada na zona oeste de São Paulo, bloqueando ruas e avenidas do entorno.

Em São Roque, alunos, professores e profissionais do Instituto Federal  doCampus São Roque realizam uma manifestação na Praça da Matriz.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.