Prefeitura de São Roque informa novas ações após alagamentos

Administração informa amparo de famílias afetadas e ações medidas para reparo

Foto sobre "Prefeitura de São Roque informa novas ações após alagamentos"

Os Departamentos da Prefeitura de São Roque continuam mobilizados para atender as famílias que tiveram as casas atingidas pelas fortes chuvas da tarde de terça-feira (01), bem como para efetivar a limpeza e reparar os pontos afetados.

As enchentes atingiram regiões de Maylasky, São João Novo e São João Velho, onde várias casas foram alagadas. Duas pontes ficaram danificadas e parte do muro de um condomínio também cedeu.

Desde a primeira hora do incidente a Defesa Civil se dirigiu aos locais, assim como representantes dos Departamentos de Bem-Estar Social, Obras e do Fundo Social de Solidariedade (FSS). O prefeito Claudio Góes também acompanhou os trabalhos.

Na quarta-feira (02) e na quinta-feira (03), as ações prosseguiram. A Defesa Civil interditou duas residências e as famílias serão abrigadas por meio do Programa Aluguel Social do Departamento de Bem-Estar Social. As duas pontes foram interditadas. Neste primeiro momento a de São João Novo deve sofrer uma intervenção, no entanto Defesa Civil, Departamentos de Obras e Planejamento ainda analisam as medidas que vão ser tomadas em ambos os casos.

As ações para suprir as necessidades, principalmente de colchões, móveis e utensílios continuam. Quem quiser ajudar, pode entrar em contato com o FSS pelo fone 4784-8526. “Nesses dias tivemos um trabalho intenso, estamos passando os dias inteiros nesses bairros, principalmente em São João Velho, abastecendo as casas com alimentos, produtos de higiene e limpeza, móveis, colchões, mas graças a Deus, aos poucos vamos auxiliando para que possam retomar suas vidas”, diz a primeira-dama e presidente do FSS, Mazé Barros. Em torno de 25 famílias estão sendo assistidas.

Apesar de a Prefeitura ter realizado, recentemente, limpeza e desassoreamento dos rios e córregos dessas regiões, a intensidade da chuva em apenas duas horas provocou as cheias, de acordo com o coordenador da Defesa Civil de São Roque, José Abílio dos Santos. Segundo ele o índice pluviométrico, que calcula a quantidade de precipitação de água, atingiu 77 mm, quando o esperado seria até 60 mm. A Defesa Civil, juntamente à Divisão de Meio Ambiente, Fiscalização averiguam se houve outras situações que possam ter contribuído para o fato.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.