Tudo o que você precisa saber sobre Consulta de IPVA 2018

Foto sobre "Tudo o que você precisa saber sobre Consulta de IPVA 2018"

O IPVA (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores) é o imposto cobrado anualmente pela Receita Estadual. Metade desse valor fica no município onde o veículo foi emplacado, e a outra parte vai para os cofres públicos para ser aplicado em áreas como saúde e educação.

    Todo mês de Janeiro ocorre a distribuição das faturas que podem ser parceladas em três vezes na maioria dos estados brasileiros, ou pagas à vista até o mês de Fevereiro com desconto de 5% do valor total. Modelos antigos, com mais de 15 ou 20 anos de fabricação podem ser isentos desse valor, porém fora dessas exceções o tributo se aplica a todo tipo de veículo automotor como carros, motos, caminhões e ônibus.

O valor do tributo é calculado a partir do valor do veículo na tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e pode variar, por estado, de 1% e 6% do valor do veículo na tabela. Junto do IPVA o motorista também deve pagar o Seguro Obrigatório (DPVAT) e a taxa de licenciamento para poder receber o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) e poder transitar livremente pelas vias nacionais.

Pagar o IPVA 2018 é simples: com o CRLV em mãos, documento onde consta o RENAVAM do veículo e outros dados importantes como a placa do carro, o condutor deve se dirigir às agências bancárias credenciadas de cada Estado, para usar tanto dos caixas eletrônicos quanto dos caixas bancários, ou até mesmo pelos aplicativos dos bancos utilizando da Internet.

Caso o condutor perca a data do primeiro pagamento parcelado o IPVA deverá ser pago integralmente, em uma única cota. E em caso de atraso do pagamento como um todo será cobrada multa fracionada dia a dia, até o limite máximo de 20% e juros de 1% ao mês ou fração.

Para pagar o IPVA não é necessário saldar as dívidas dos anos anteriores, porém para o recebimento do Licenciamento do carro é necessário estar completamente quitado para com as pendências do veículo, portanto mesmo que o IPVA 2018 seja pago, não tendo pago o de anos anteriores o veículo permanece impossibilitado de transitar. E o comprovante de pagamento do IPVA não substitui de forma alguma o Licenciamento, pois no próprio existe a comprovação de pagamento do IPVA e DPVAT, assim como todas as outras informações importantes do veículo.

Caso o motorista deixe de pagar o IPVA e se torne inadimplente perante a lei do trânsito pois sem o IPVA ele não terá acesso ao CRLV, o documento de Licenciamento do carro, e sem este documento é aplicada multa gravíssima no valor de R$293,47 e apreensão do veículo até que este esteja regularizado, além de ter que pagar também as diárias no depósito onde o veículo será levado.

O processo de regularização pode demorar e se o carro ficar em depósito por mais de 90 dias ele é posto à leilão.

Normalmente o contribuinte recebe pelos correios o boleto do IPVA, mas caso necessário a consulta pode também ser feita no site da Secretaria da Fazenda do estado em que habito ou na aba situação do veículo no site do Detran de seu estado. Para acessá-los é simples: utilizando ferramentas de busca como o Google ou o Bing procure por “secretaria fazenda + seu estado” ou “DETRAN + seu estado” e já nos primeiros resultados você encontrará o link correto.

Além de realizar a consulta IPVA 2018, toda essa conferência e acompanhamento, por si só, também existem serviços de despachantes exclusivos para trâmites automobilísticos. Suas principais vantagens são a agilidade e praticidade oferecidas ao motorista, além da possibilidade de parcelamento do valor do serviço.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.