Vinicius Montebello fala sobre suas propostas de governo ao Jornal da Economia

Política

Foto

O Jornal da Economia finaliza sua série de entrevistas ao vivo em diversas plataformas digitais com os candidatos a prefeito de São Roque onde ouvimos Vinicius Montebello, que concorre ao executivo são-roquense.

O sexto candidato convidado foi Vinicius Montebello (MDB), 1º Sargento da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e tem formação em Direito e Biologia. Montebello nasceu e foi criado no município, é atuante na profissão há 20 anos e trabalhou boa parte do tempo na cidade. Agora que se candidatou a prefeito de São Roque, teve uma conversa com o Jornalista Carlos Mello sobre seus planos de governo para o município, caso seja eleito.

A ordem de entrevistas segue o sorteio que foi feito ao vivo pelo Carlos Mello, que comandou também este bate-papo sobre a visão do candidato para a cidade e cujo material completo pode ser visto na TV JE, através do jeonline.com.br, e de nossas páginas no Facebook, YouTube e Instagram. Confira abaixo os principais pontos abordados nesta entrevista.

De acordo com o sargento, sua principal motivação para a candidatura é uma revolta com relação ao cansaço que sentiu na tentativa de mudar a política são-roquense ao longo dos últimos anos. Além disso, Montebello afirma que cansou de ver vidas sendo perdidas tanto no trânsito, quanto na Santa Casa, enquanto exercia sua função de resgate pelo município.

Segurança pública

O candidato diz que a área de segurança pública é a sua especialidade e que visualiza esse tema com preocupação, levando em conta que sua equipe tem como espelho as cidades vizinhas, onde a segurança é considerada problemática. Sua proposta, no entanto, é trabalhar com um programa verdadeiro e com pessoas capacitadas, construir uma base integrada não só para a Guarda Civil Municipal (GCM), mas também para o Corpo de Bombeiros e SAMU, serviço de atendimento que ele planeja trazer ao município. Além disso, o sargento fala que quer trazer à cidade uma delegacia de atendimento à mulher.

Saúde

O candidato afirma que tem muito gosto pela área da saúde e volta a falar de sua intenção em trazer o SAMU para São Roque, além de dar condição ao pré-atendimento hospitalar. Ele diz que, com a implantação do serviço de atendimento, a cidade terá acesso a uma vaga em Sorocaba, voltada para casos de acidentes graves e onde a vítima precise ser atendida em hospitais especializados.

Com relação à Santa Casa, Montebello declara que um de seus planos de governo é fazer uma reforma na gestão do hospital, aumentando a arrecadação financiera e controlando as despesas. Ele ainda enfatiza que sua equipe não pensa em intervenção, pois é algo drástico e, deste modo, ela planeja ser parceira da Santa Casa.

Educação

Segundo o sargento, sua equipe planeja focar, inicialmente, na valorização dos professores e ressaltou que São Roque é a cidade que menos demonstra isso aos profissionais. Ele ainda fala em arrumar as condições físicas e estruturais didáticas não só para o trabalhador, mas também para o aluno, pois o município apresenta dificuldade com relação a vagas de escola.

Moradia

De acordo com o candidato, o caminho que está trilhando envolve o Plano Local de Habitação de Interesse Social (PLHIS), que pertence aos governos estadual e federal e está em seu plano. Ele afirma que pretende buscar essa moradia para pessoas de baixa renda, construindo prédios de quatro andares para habitação popular nos bairros e também fala da importância da reestruturação de apartamentos já existentes, também direcionando sua atenção à implantação de áreas de lazer nesses locais.

Transporte público

Com relação ao transporte público em São Roque, ele diz que precisa haver transparência e também uma licitação, além de pensar que o projeto viário da cidade necessita ser refeito com a implantação de um anel viário central, a diminuição de ônibus que circulam no centro da cidade e com novos terminais estratégicos de integração, onde os transportes rodem uma distância menor e não haja desperdícios.

Emprego

Com relação à área de emprego do município, Montebello declara que, em primeiro lugar, a resposta está no crescimento ordenado e organizado de São Roque, com segurança e infraestrutura para dar incentivo às indústrias com a finalidade de que cheguem à cidade. O candidato diz que sua equipe foca na reorganização do município e que, em segundo lugar, visa também dar apoio a essas empresas baixando taxas municipais, o ISS e também trabalhando com a redução do IPTU, não esquecendo as empresas que já operam na cidade.

Meio ambiente

O candidato afirma que essa é uma questão que vai de encontro com esse final de 2020, pela implantação do marco legal de saneamento, que impacta muito na questão ambiental. Montebello declara que os projetos para essa área amparam a revisão da Sabesp, do tratamento de esgoto e adianta que essas ações podem ser feitas a partir do próximo ano, caso seja eleito. “Essa é a chave para um meio ambiente equilibrado no futuro. Nós teremos que acabar com os lixões, chegar a 90% do tratamento de esgoto e levar de 99 a 100% de água tratada para os munícipes”, disse.

Trânsito

Com relação a este tema, Montebello volta a falar da revolta que sente cada vez que pensa na quantidade de vidas que já foram perdidas através de acidentes nas rodovias. O candidato afirma que precisa haver uma intervenção não só no Acesso à Rodovia Castello Branco, mas também na Raposo Tavares, e isso pode ser feito através da cobrança ao DER e da renovação de contrato da ViaOeste em curso. Ele ainda declara que sua administração tem grandes chances de passar as rodovias à concessionária, acabando com a duplicação e colocando guardrail na Raposo.

Segundo ele, se as colisões frontais acabarem nas vias, será reduzido em 90% o índice de acidentes e de mortes no trânsito local.

Turismo

O sargento acredita que ninguém pode negar a influência que o Turismo tem, sendo a base da economia são-roquense com o Roteiro do Vinho. Sendo assim, Montebello pretende expandir os roteiros, tanto no centro, quanto na instalação de um parque planejado para o Morro do Saboó e também na pedreira, com foco em esportes radicais. Ele ainda diz que o município possui vários locais para serem explorados e que a ideia agora é “criar novos eixos para desenvolver a parte do turismo, incentivando também a cultura”.

Cultura

Caso seja eleito, o candidato pretende criar um mecanismo para o artista local ter a possibilidade de viver do seu trabalho, fazendo com que a prefeitura fomente projetos visando o desenvolvimento do teatro, de musicais, apresentações de dança e também feiras de artesanato, onde os profissionais possam cobrar o ingresso desses espetáculos, não dependendo somente da administração municipal.

Esporte e lazer

De acordo com o sargento, ele possui conhecimento em futebol profissional e amador, e destaca a escassez da área de lazer no município. Ele acredita que uma maneira de resolver este problema seja a ativação da pedreira de São Roque para a prática de esportes radicais e o desenvolvimento do ciclismo na cidade, além de dar espaço ao Skyrunning, popularmente conhecido como corrida de montanha.

Comentários: