Polícia Militar realiza Operação São Paulo Mais Segura em São Roque e região

Policial

Foto

Agentes da Polícia Militar realizaram na quinta-feira (05) a Operação São Paulo Mais Segura, desta vez com foco na cidade de São Roque e outros municípios da região. A ação já foi desempenhada em outras cidades do estado e tem o objetivo de garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, especialmente dos delitos com motivação econômica, como os latrocínios, roubos de carga e roubos/furtos de veículos e pessoas.

A iniciativa ocorreu em São Roque, Mairinque e Araçariguama e aposta na presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e também de inibir a prática de crimes, sendo fruto também de ações do serviço de inteligência da PM, que estabelece áreas de interesse de segurança pública e que se tornam focos do policiamento durante a operação.

Como ocorreu em outras ações realizadas na região, a concentração dos agentes, ocorreu na rotatória localizada no km 63 da Rodovia Raposo Tavares, em São Roque e contou com 34 policiais militares, 13 viaturas da modalidade de Rádio Patrulha, 04 viaturas da modalidade Rádio Patrulha com Motocicletas e também o apoio da aeronave “Águia”.

 “O trabalho do águia nesta operação é prestar apoio ao policiamento territorial, que é o principal serviço da Polícia Militar. Estremos prestando este apoio pelo ar, observando a movimentação e avisando os policiais que estão em terra sobre determinadas situações suspeitas”, afirmou o Major PM Dalla a reportagem do Jornal da Economia, na transmissão ao vivo no canal do Facebook do JE.  

Segundo a PM a iniciativa é baseada em indicadores criminais, e objetiva a atender os anseios da sociedade quanto ao trabalho policial, em especial no que se refere a ver policial nas ruas, foram realizados pontos de estacionamentos em locais de grande aglomeração de pessoas e intensificação do policiamento nos locais com maior incidência de crimes.

“A estratégia envolve também a integração com a comunidade, dentro da filosofia de Polícia Comunitária. Em caso de emergência acione o Policial Militar mais próximo ou ligue 190”, comentou a corporação.

Comentários: