18/11/2016 às 09h24min - Atualizada em 18/11/2016 às 09h24min

Dicas para gerenciar qualquer negócio

Da Redação Fotos: divulgação
Da Redação Fotos: divulgação

A sobrevivência de uma empresa depende da maneira como sua estrutura é administrada. Montar uma boa equipe de trabalho, adotar sistemas de gestão informatizados e, sobretudo, acompanhar bem seu fluxo de caixa são tarefas que estão atreladas a boas práticas de gerência.

 

Fundamentalmente o administrador deve investir na sua própria qualificação profissional e ser o mais bem preparado de sua empresa. Atributos vistos em qualquer empreendimento (vendas, liderança, motivação, etc.) e habilidades técnicas de cada área são elementos que precisam ser treinados constantemente.

 

A boa qualificação é um facilitador na escolha da equipe de trabalho. A recomendação é selecionar de acordo com as características pedidas em cada cargo – não recrutar por afinidades pessoais. Além da mão de obra, as ferramentas de gestão também têm de ser de boa qualidade. Sistemas estáveis e informatizados são ideais para gerenciar melhor os números relativos ao patrimônio de sua empresa.

 

Controle de finanças

 

A divisão mais importante de toda empresa é a parte financeira. Gerenciar mal o dinheiro é um passaporte rumo à falência e um dos pecados capitais mais vistos é a não distinção do capital de sua empresa com as finanças pessoais. Defina qual a parte que você (e seus sócios) tem direito no faturamento e deixe o restante do capital somente para as movimentações do seu negócio. Assim fica mais fácil administrar as contas.

 

Outra dica para acompanhar bem os gastos é separá-los entre custos e despesas. As despesas são os gastos referentes à manutenção da atividade do empreendimento (contas de telefone, energia elétrica, internet) enquanto os custos estão relacionados à produção e atividades da empresa (compra de materiais, aluguel de máquinas, etc.). Nesse último caso, existem alternativas como os vouchers ou o cartão de crédito recarregável.

 

Também é necessário pensar em fazer alguns investimentos, principalmente no marketing. Isso vale para qualquer empresa, independente do tamanho. Por menor que seja, destine periodicamente uma porcentagem de dinheiro para custear modalidades de divulgação. O nome de seu negócio tem de estar sempre em evidência perante o cliente. Google e Facebook oferecem espaços que não exigem altas quantias monetárias e, portanto, podem ser opções bastante interessantes. Mas nunca se esqueça, sem “arrumar a casa” não é possível pensar em voos mais altos para sua empresa.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jeonline.com.br/.