Sessões da Câmara de São Roque podem passar para às 14 horas se projeto for aprovado

Vereadores votam hoje projeto do edil Mestre Kalunga que pretende mudar o horário da Sessão da Câmara de São Roque

Foto: Rafael Barbosa
Foto sobre "Sessões da Câmara de São Roque podem passar para às 14 horas se projeto for aprovado"

Da Redação: Rafael Barbosa - Foto: Rafael Barbosa

A Câmara Municipal de São Roque votará nesta segunda-feira (06), o Projeto de Resolução nº 10-L, de autoria do vereador Adenilson Correia (Mestre Kalunga), que estipula que as Sessões Ordinárias da Casa de Leis passarão a ser realizadas as 14 horas, ao invés das 18 horas, como ocorre atualmente.

Segundo a redação do projeto, a medida é necessária por diversos motivos, dentre eles a economia de energia, decorrente do uso de aparelhos elétricos como computadores, iluminação, ar condicionado. A resolução também afirma que, com o horário diurno será mais fácil para a população acompanhar toda a sessão ordinária e também as sessões extraordinárias, que são realizadas após os tramites regulares e como ocorrem tarde da noite, são realizadas geralmente sem a presença dos munícipes. “No período da tarde, se aprovado o presente Projeto, será mais fácil encontrar Diretores de Departamentos da Prefeitura que possam comparecer às Sessões, para esclarecer dúvidas que possam surgir referentes aos Projetos do Poder Executivo”, diz o texto do projeto.

Entretanto, a pauta tem causado polêmica. Em nossa recorrente cobertura dos trabalhos da Câmara, constatamos que realmente a maioria das pessoas que acompanham os trabalhos da Casa de Leis, deixam o local após a realização da Sessão Ordinária, não acompanhado os projetos votados na Sessão Extraordinária, onde são inseridas pautas importantes que são debatidas e votadas de última hora.

Porém, colocar as sessões às 14h, em pleno horário comercial, poderia impossibilitar que a população acompanhasse os trabalhos da Casa de Leis, fato que já foi levantado em outros momentos por alguns vereadores quando projetos similares, que tinham a intenção de fazer com que a sessões fossem realizadas no período da tarde, foram votados e reprovados na câmara. Vale lembrar que as sessões da Câmara já foram realizadas no período da tarde, porém o fato ocorreu durante um curto período de tempo se comparado as anos em que as sessões ordinárias são realizadas durante a noite.

Em reportagem divulgada no blog do jornalista Vander Luiz, vereadores de oposição afirmaram que o projeto também teria o objetivo de “prejudicar” os vereadores Guto Issa (Rede) e Donizete Carteiro (PSDB), que trabalham em órgãos públicos no horário proposto pelo projeto.

Aguarde em breve mais informações sobre o caso.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.