Galeria Villa Luperca traz gravuras originais de Salvador Dalí a Sorocaba

Obras do consagrado artista catalão, muitas delas inéditas no Brasil, são numeradas, certificadas por órgão oficial internacional e assinadas por ele.

Foto sobre "Galeria Villa Luperca traz gravuras originais de Salvador Dalí a Sorocaba"
Creditos da imagem: Texto e foto: Assessoria de Imprensa

Toda a ousadia do trabalho de um dos mais renomados artistas do século 20, ícone do movimento surrealista, está, agora, a alcance dos sorocabanos, que poderão conhecer uma parte relevante da produção deste mestre e, ainda, levar uma de suas obras originais para casa.

Reunindo 25 gravuras certificadas por órgão oficial internacional e assinadas pelo artista, a exposição “Le Moustache”, de Salvador Dalí, chega a Sorocaba, vinda da Espanha por intermédio da galeria Villa Luperca, para encantar os apreciadores da arte, assim como levar conhecimento aos estudantes.  Com curadoria mista de Millah Cremonini e Ricardo Zielinsky e apoio da galeria espanhola Antic & Modern, exibe obras de diferentes séries produzidas por Dalí, muitas delas raras no mundo todo e inéditas no Brasil (confira detalhes das séries, abaixo).

Esta é a terceira grande mostra e a segunda internacional promovida pela galeria Villa Luperca no espaço de cerca de um ano, depois da exposição das gravuras originais de Juan Miró e das esculturas de Ronaldo Bertacco. “A Villa Luperca aposta em um trabalho de estímulo à apreciação da cultura na região, assim como de acesso às obras de grandes mestres pelo público”, destaca Caterina Reze, que dirige o espaço cultural.

A exposição “Le Moustache”, de Salvador Dalí, poderá ser visitada de 28/10 a 15/11, de segunda a sexta, das 9 às 18 horas, com entrada franca, na galeria Villa Luperca, que fica na Rua Álvaro Teixeira de Souza Leite, 22, Centro. Visitas guiadas para escolas devem ser previamente agendadas pelo telefone da galeria: (15) 3221-8808.

O vernissage, para autoridades, imprensa e convidados, será realizado no dia 25/10, às 20 horas.

 

Acompanhe as séries de gravuras disponíveis para visitação e venda na mostra:

A Divina Comédia (1950-1960)

Centenas de aquarelas que ilustram a interpretação do pintor sobre o poema épico “A Divina Comédia”, de Dante Alighieri (1265-1321), um dos maiores poetas renascentistas. Oito xilografias assinadas e numeradas poderão ser vistas pelo público.

Deposição da Cruz (1960)

Desta série, somente uma água-forte assinada e numerada estará à disposição do público.

Flores Surrealistas (1972)

Duas gravuras em papel arches, assinadas e numeradas, da série das flores surrealistas serão expostas. Ambas com tiragem reduzida.

A Vida é Sonho (1975)

O artista exibe sua visão sobre a obra de Pedro Calderón de La Barca (1600-1681), dramaturgo e poeta espanhol. Cinco trabalhos, gravuras em papel arches assinadas e numeradas, também com tiragem reduzida, poderão ser apreciadas na Villa Luperca.

Relógios Dalinianos (1977)

Uma das séries mais icônicas do trabalho do artista, essas litografias enfatizam a reflexão sobre o tempo e a memória. Dalí mostra que o tempo é mutável e relativo. Com oito trabalhos, o público pode apreciar esta fase tão conhecida do artista. São litografias assinadas e numeradas.

Cavalos Dalinianos (1980)

Homenagem de Dalí ao animal, que carrega diferentes significados simbólicos nos mitos, na arte, na religião e em outras manifestações de várias sociedades. Com quatro trabalhos de litografia em papel arches, assinadas e numeradas, completamos, assim, as séries que estarão expostas para visitação.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.