Gente de Expressão: Ramon Moraes

Foto: Divulgação
Foto sobre "Gente de Expressão: Ramon Moraes"

Da Redação: Rafael Barbosa - Foto: Divulgação

Ramon Moraes é um apaixonado pela música. Este são-roquense que hoje levou sua arte para fora do país, começou seu aprendizado como que por acaso em São Roque. “Comecei a tocar flauta doce com 13 anos. Meus amigos faziam aula de música na Brasital e me chamaram, pouco tempo depois eu me destaquei e comecei a tocar a flauta transversal”, fala. Com o tempo o amor pela musica só cresceu e começaram a levar o jovem, na época com 15 anos, para estudar no Conservatório Dramático e Musical "Dr. Carlos de Campos" de Tatuí, onde evoluiu e descobriu que queria viver de música.

Olhando para trás, Ramon fala que nunca houve dúvidas quanto a isso e enquanto seus amigos estavam preocupados sobre que vestibular prestar, ele fala que já sabia muito bem o que queria.  Mesmo que estudar música no Brasil não seja fácil, o talento e atitude do jovem o levaram a conquistar seu bacharelado em música na Faculdade Mozarteum, em São Paulo. A convite de um de seus professores, o jovem se formou e foi para os Estados Unidos para estudar música, mais uma vez conquistando seu mestrado em performance pela The University of Southern Mississippi. Lá o rapaz vem acumulando conquistas, como a competição do  "Concerto Competition" da Banda Sinfônica da "The University of Southern Mississippi", em 2015.

Ao longo de sua jornada pela música, este jovem passou por algumas das principais salas de concerto da América Latina, como a sala São Paulo, no Brasil e sala Rautenstrauch, na Argentina.

PUBLICIDADEJORNAL DA ECONOMIA JE

Mesmo assim o jovem encontra tempo para voltar ao Brasil e se apresentar em prol de uma boa causa. Neste ano realizou um recital beneficente em prol do Lar Mãe da Providencia. “Foi um evento que começamos no ano passado e que me dá muito orgulho e alegria, pois foi a primeira vez que pude tocar um recital em São Roque e fiz isso para ajudar outras pessoas”, completa o musico que ficou muito feliz com o sucesso do evento.

Quando questionado sobre as diferenças entre o profissional que pretende viver de música aqui e nos Estados Unidos, o musico fala que existem mais oportunidades de trabalho no exterior, além de mais incentivo a este tipo de arte. “Nos Estados Unidos as escolas oferecem aulas de música, é uma disciplina que realmente faz parte da grade curricular”, completa.

Entretanto, quando pergunto a Ramon se este pretende voltar ao país após concluir seu doutorado, ele se mostra animado com a idéia. “Se aparecer uma oportunidade eu voltaria sim. Quando terminar meus estudos vou avaliar minhas possibilidades e regressar ao Brasil é com certeza uma oportunidade”, completa.

Mas enquanto isso Ramon continua a estudar no Mississippi, levando sua música e seu jeito brasileiro aos ouvidos de centenas de pessoas que apreciam está arte. Se o rapaz irá voltar para o nosso país, isso ainda é incerto, mas de uma coisa temos certeza, sua musica já ganhou o mundo.

Mais informações sobre o musico podem ser acessadas através do site www.ramonsmoraes.com.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.