12/05/2023 às 19h58min - Atualizada em 14/05/2023 às 00h00min

Veja as principais mudanças do novo formato de renovação da CNH

A nova versão da CNH, além das facilidades do aplicativo, também conta com novas regras para renovação do documento

SALA DA NOTÍCIA a
istock
 

A tecnologia sempre teve o objetivo de facilitar a vida dos usuários. Por isso, já não é de hoje que diversos documentos têm ganhado versões digitais que podem ser acessadas facilmente por aplicativos gratuitos que estão disponíveis para diversos modelos de celular.

 

Buscando não somente inovar, mas também facilitar a vida de diversos condutores no Brasil, o Detran lança a CNH Digital, perfeita não somente para o momento de dirigir, mas para muitas outras situações.

 

O que é a CNH Digital?

Lançado primeiramente no estado do Rio de Janeiro, o aplicativo leva o nome de: “Posto Digital Detran.RJ”, e como é conectado diretamente ao sistema do Órgão, promete trazer uma série de facilidades para os processos do Departamento de Trânsito.

 

Uma das principais novidades sobre o aplicativo, é que ele irá facilitar o processo de renovação da CNH. A partir de poucos cliques, o usuário poderá solicitar o serviço, sem precisar ter que se dirigir até o Detran do seu estado.

 

O que muda com o aplicativo?

 

Design do documento

Além dos processos se tornarem mais rápidos, algumas mudanças podem ser visualizadas de imediato. O documento terá uma alteração no design, como novas cores e um campo de informação que será bastante modificado para novos prazos de renovação do documento, e adição de novas subcategorias.

 

Entretanto, vale frisar que essa mudança não afetará os condutores que ainda tiverem o documento dentro do prazo de validade, que não precisam alterar de imediato. Será necessário realizar a mudança para o novo modelo somente quando o prazo de validade tiver acabado.

 

Categorias

Além disso, as categorias da CNH serão adaptadas para novas, para se adaptar ao Acordo de Viena que busca deixar os documentos aceitos em qualquer país:

  • CATEGORIA A: destinada para veículos de duas rodas, contanto que não tenham um veículo ao lado.
  • CATEGORIA A1: permite veículos de duas rodas de até 125 cilindradas.
  • CATEGORIA B: permissão para conduzir carros.
  • CATEGORIA B1: destinada para condutores de triciclos e quadriciclos, conhecidos como minicarros.
  • CATEGORIA C: destinada para o condutor de veículos de médio porte destinado para transporte de cargas.
  • CATEGORIA C1: necessária para conduzir veículos de médio porte, desde que não ultrapasse 7.500 kg, com reboque, contato que não seja maior que 750 quilos.
  • CATEGORIA D: essa categoria é a junção da categoria B e C, destinada para o transporte de passageiros dentro das especificações de cada uma.
  • CATEGORIA D1 para condução de veículos que possuíssem mais de 17 passageiros (incluindo o condutor), com o comprimento máximo de 8 metros, e um reboque que não ultrapasse 750 quilos.
  • CATEGORIA E: destinada para veículos que se enquadrem nas categorias B, C ou D, cuja unidade acoplada, reboque, semirreboque, trailer ou articulada seja maior que 6 mil quilos, e lotações com mais de oito lugares.
 

Consultas rápidas

Além disso, também será possível consultar infrações, já com uma área destinada para o acesso do número de pontos e situação das multas existentes. 

 

Indo para além do documento

Para pessoas que não costumam dirigir com frequência, esse aplicativo pode ser útil principalmente em viagens, como para um aluguel de carros em Guarulhos, após sair do aeroporto, em que não precisa mais levar o documento, sendo simplificado para somente um aplicativo onde depois de alguns toques, tudo estará ao alcance da sua mão.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jeonline.com.br/.