Premiado chef Sudário Silva apresenta novidades na Port’Alba

Em novo endereço, pizzaria reúne menu surpresa, gastronomia e turismo em São Roque, charmoso destino de serra em São Paulo

Fotos: Carlos Mello / Martha Mello
Foto sobre "Premiado chef Sudário Silva apresenta novidades na Port’Alba"

Charmosa casa em estilo mediterrâneo, bem no centro de São Roque e muitas novidades no menu. Assim é o novo endereço da pizzaria Port’Alba, no interior do Estado de São Paulo. Em salão amplo, de 300m2, com décor rústico e afetivo e materiais sustentáveis, como madeira de demolição, a nova casa da Port’Alba está localizada na R. São Francisco, nº 85, no Jardim Villaça e atrai muitos turistas. Além de experimentar o menu do premiado chef Sudário Silva, é a chance de conhecer São Roque e a sua famosa Rota de Vinho, com suas vinícolas, produções artesanais, Museu do Vinho, trilhas e parques. E o melhor: pertinho de São Paulo, dá para fazer tudo num bate e volta no fim de semana.

A cidade de São Roque, localizada a apenas 66 km da capital de São Paulo, é um destino muito procurado pelos paulistanos durante a temporada outono-inverno e um dos pontos turísticos é a pizzaria Port’Alba. A casa homenageia a considerada primeira pizzaria do mundo, Port’Alba, em Nápoles, Itália, e também às matriarcas da família do chef e de sua esposa, a bisavó Maria Alba e a avó Adelaide Alba.  Um dos atrativos do restaurante são o carisma, a técnica e a criatividade do chef Sudário Silva, considerado o “alquimista da pizza”. Para abrir o apetite, massa de pizza fininha com caponata de berinjela (R$ 29), o crostini crocante com bacon, parmesão e manjericão (R$ 29) ou a Salada Port’Alba, servida em uma cestinha feita com massa de pizza e recheada com parma, rúcula, tomatinho-cereja, mozarela de búfala e tempero de ervas frescas (R$ 35).

Para o chef Sudário, a pizza é um alimento muito democrático e que atende a todos os paladares, até aos mais exigentes. As pizzas da Port’Alba têm ingredientes inusitados como geleia de vinho, aliche espanhol, temperos especiais e a massa finíssima e digestiva. Uma das preferidas é a Estação São Roque (cream cheese, mozarela, queijo gruyère, baby alcachofra, lascas de azeitona preta, tomate sweet grape gratinado com parmesão pós-forno, R$ 95), Presunto Alemão (mozarela, presunto alemão, geleia de vinho e parmesão, R$ 95) ou a pizza da casa, a Port’Alba (mozarela, salada de rúcula, mozarela de búfala, presunto parma, tomatinho sweetgrape e parmesão, R$ 98). Mas o que faz mais sucesso na casa é a pizza-surpresa. Sudário vai até a mesa do cliente, pergunta quais os seus ingredientes favoritos e cria uma pizza na hora, sob medida.

No comando da Port’Alba está um expert no assunto, o paulistano Sudário Silva, eleito o melhor pizzaiolo do Brasil e considerado um dos principais do mundo. Vencedor do campeonato brasileiro, ele já representou o país no Campeonato Mundial de Pizzas. Formou-se pela Associazione Verace Pizza Napoletana, em Nápoles, e lá descobriu que o segredo de uma boa pizza é a equação harmônica entre visual, aroma e sabor. Para isso, o diferencial é a massa, de preparo artesanal, com fermentação natural e vários dias de descanso, no mínimo, 48 horas. A farinha leva apenas grãos de trigos especiais italianos e nacionais. O forno é à lenha e o molho, feito com tomate italiano moído, sem pele, sem semente, sem acidez, água ou fermentação. Tudo fresquíssimo. O visual é o de uma massa fina com bordas aeradas. O resultado: uma massa surpreendentemente mais fina, digestiva e crocante, que desmancha na boca. "São Paulo tem o maior número de pizzarias do mundo, são mais de 9 mil. É difícil se destacar no meio de tantas, mas temos conseguido nos manter na liderança do ranking do TripAdvisor, que é referência para turistas do mundo todo. O segredo é a massa fina, digestiva e, ao mesmo tempo, crocante. Nossa proposta é oferecer uma nova forma de comer pizza, uma criativa experiência gastronômica para degustar um dos pratos mais amados pelos paulistas”, explica o chef pizzaiolo Sudário Silva. Com receita mantida em segredo, o difícil vai ser ficar em um só pedaço.

Sobre o chef pizzaiolo Sudário Silva:

Alquimista da pizza. Assim é conhecido – pela crítica, pelos amigos, pelo mercado e, sobretudo, pelos clientes – o chef pizzaiolo paulistano Sudário Silva. Para ele, a pizza é uma verdadeira instituição. Aos 69 anos, o chef começou na gastronomia inspirado na força e resiliência de sua mãe, Dona Mercedes, que vendia cannoli, pirulitos e sonhos para complementar a renda familiar. Já aos 7 anos de idade, Sudário aprendeu as receitas com a mãe e a ajudava nas vendas na Vila Medeiros, zona Norte de São Paulo. Daí não parou mais e a vocação virou profissão. Com 38 anos de carreira, introduziu uma nova forma de fazer pizza no Brasil. Formou-se pela Associazione Verace Pizza Napoletana, em Nápoles, que certifica o pizzaiolo com a verdadeira técnica napolitana de fazer pizzas. Também cursou Panificação no Moinho Le 5 Stagioni, em Padova, considerado o primeiro moinho em qualidade na Itália. Venceu a IV Copa Brasileira de Pizzarias, em 2010, o Campeonato de Pizzaiolos de Petrópolis, em 2011, e representou o Brasil no 20º Campeonato Mundial de Pizzas, na Itália, em 2011.  Assinou o menu da Graça diNapolli, em São Paulo, prêmio de melhor pizzaria da cidade, segundo o júri da premiação Comer & Beber, de 2014, da Veja São Paulo, e melhor pizzaria do Brasil, pelo Prêmio Gula 2015. Ministra cursos no Brasil e no exterior, atua como consultor e é chef pizzaiolo da Port’Alba, pizzaria fundada por ele há 36 anos em São Roque, no interior do Estado de São Paulo.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.