Paulo Juventude e APE-SR iniciam campanha para reincorporação dos 20% de assiduidade

O rateio do FUNDEB também foi um assunto discutido entre representantes

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Foto sobre "Paulo Juventude e APE-SR iniciam campanha para reincorporação dos 20% de assiduidade"

Na manhã da última quarta-feira, dia 25, o Presidente da Comissão Permanente de Educação da Câmara Municipal de São Roque, Vereador Paulo Juventude, se reuniu com as Professoras Elisabete de Souza Rodrigues  (Vice-Presidente do Conselho Municipal do FUNDEB), Diana Cristina de Menezes (Presidente da APE-SR) e Marisa Misael. Na pauta foram discutidos dois importantes assuntos para a categoria, sendo o rateio do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) entre os profissionais da Educação e a reincorporação dos 20% de assiduidade para os professores da rede municipal.

O Vereador Paulo Juventude comenta que a campanha, definida em conjunto com a APE-SR, tem por objetivo pressionar o Executivo para que reincorpore os 20% de assiduidade dos Professores, seja no salário ou em forma de benefícios, além de solicitar o rateio do FUNDEB o quanto antes. “Definimos que faremos uma série de plenárias e lives com a categoria explicando a possibilidade de rateio do FUNDEB e a reincorporação dos 20%, além de um abaixo-assinado e demais ações, visando assim que o Prefeito atenda os pedidos”, diz.

Paulo Juventude esclarece que em 2022 a atual gestão retirou os 20% de assiduidade dos Professores, além de não repassar as sobras do FUNDEB, uma vez que o Chefe do Executivo atingiu os 70% mínimos, porque passou a folha de pagamento dos servidores para o FUNDEB, repetindo a ação neste ano. “Conforme levantamento, de janeiro até este mês de maio, o Prefeito está pagando a folha de pagamento da Educação com os 70% do repasse do FUNDEB. A folha de pagamento da Educação gira em torno de pouco mais de, R$5 milhões, ou seja, ele está usando apenas 50% do valor, sobrando 20% mensalmente. A APE-SR divulgou que o Executivo tem quase R$15 milhões em caixa e este rateio é direito de todos os profissionais de educação, não somente dos Professores”, afirma.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.