Qual o futuro dos sites de apostas esportivas no Brasil?

Entenda o atual cenário dos sites de apostas esportivas no Brasil e o que devemos esperar para os próximos anos com a regulamentação das casas de apostas.

Foto sobre "Qual o futuro dos sites de apostas esportivas no Brasil?"

Atualmente, o Brasil conta com mais de 500 sites de apostas esportivas, um mercado que vem crescendo muito nos últimos anos.

 

De acordo com pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), esse mercado movimenta pelo menos R$7 bilhões no país, considerando também os sites de apostas internacionais. No entanto, os sites de apostas registrados no Brasil ainda não são regulamentados.

 

Mas essa realidade já está mudando. Isso porque, em dezembro de 2018 foi aprovada a Lei 13.756/2018 que trata da legalização e regularização das casas de apostas no Brasil.

 

A expectativa é que ela seja regulamentada ainda em 2022. Com a regulamentação da lei, o futuro dos sites de apostas esportivas deve mudar para melhor no país.

 

Continue lendo para entender o panorama de como deve ficar esse setor nos próximos anos. Confira!

O mercado dos sites de apostas no Brasil

O mercado dos sites de apostas no Brasil está em pleno crescimento e o futebol brasileiro é uma excelente vitrine para essas casas. Não é à toa que elas já dominam os patrocínios no país: dos 40 clubes da série A e B do Campeonato Brasileiro de 2022, 35 são patrocinados por alguma casa de apostas.

 

Esses patrocínios são possíveis desde o final de 2018, quando o então presidente Michel Temer sancionou a Lei 13.756/2018, que liberou as apostas esportivas de cota fixa no Brasil. A lei permite o patrocínio porque esses sites não são estabelecidos em território nacional, mas sim em outros países onde há regulação.

 

No entanto, a lei sancionada por Michel Temer estabelece que a regulamentação ocorra até dezembro de 2022. O projeto já está em tramitação e deve ser votado nos próximos meses.

 

Ao patrocinar clubes de futebol, a vantagem para essas empresas é a grande exposição da marca e também as ativações e engajamento com os torcedores.

As vantagens da regulamentação dos sites de apostas

Afinal, quais os impactos dessa regulamentação no futuro desse mercado? A verdade é que hoje os sites de apostas funcionam no Brasil, mas como não estão em território nacional, o país deixa de ganhar arrecadação de impostos e geração de empregos.

 

Confira as principais vantagens que a regulamentação dos sites de apostas pode trazer ao país.

Arrecadação de impostos e geração de empregos

Com a regulamentação dos sites de apostas, o imposto será arrecadado pelo governo e irá auxiliar no desenvolvimento do país, incluindo cultura e esporte. Ainda não há números oficiais, no entanto, estima-se que a indústria possa movimentar entre R$20 bilhões e R$100 bilhões.

 

O Palácio do Planalto que com a regulamentação do mercado irá arrecadar entre R$4 bilhões e R$10 bilhões, sem contar com a tributação da atividade.

 

Além do retorno financeiro com arrecadação de impostos, a regulamentação pode movimentar o mercado de trabalho brasileiro com a geração de empregos em diversos setores, como marketing, tecnologia e até na construção das sedes dessas empresas em território nacional.

Futebol: investimento atrativo para as casas de apostas

O futebol é um excelente mercado de investimento para as casas de apostas esportivas. Elas patrocinam não só 19 dos clubes da série A do Campeonato Brasileiro, como o próprio campeonato. O site Galera.Bet é um dos patrocinadores master, com cláusula de exclusividade e contrato de três anos.

 

Em 2020 já haviam mais sites de apostas que bancos patrocinando os clubes da série A do Campeonato Brasileiro.

 

Cada contrato tem um valor, dependendo do acordo feito entre as partes. No entanto, a maioria prevê ações offline, digital, branding, relacionamento e ativações exclusivas de experiências.

 

Para o futebol brasileiro, isso quer dizer mais dinheiro para os clubes favorecendo o esporte e a economia no país.  Os valores dos patrocínios dificilmente são divulgados. No entanto, estima-se que elas movimentam R$12 milhões por ano no Brasil. 

 

Investimentos em outros esportes

Apesar de o futebol ser uma excelente vitrine, não é o único esporte que conta com o patrocínio de sites de apostas. Há também patrocínios no basquete, futebol americano, vôlei e outros.

 

Esses patrocínios são excelentes para fomentar o esporte no Brasil. Ainda que o futebol seja o principal no país, com o investimento outras modalidades esportivas ganham mais destaque, o que pode ser benéfico não só para os clubes como para atletas e futuros atletas.

Segurança para apostadores

Outra vantagem é a segurança para os apostadores. Isso porque os sites devem seguir rigorosas regras para garantir a proteção das informações fornecidas pelos jogadores. Dessa forma, será possível apostar com mais segurança em relação a seus dados pessoais e bancários.

 

Também, com a regulamentação, as empresas deverão seguir as leis brasileiras. Assim, caso haja problemas, o jogador poderá contatar os órgãos responsáveis para solucioná-los.

Os próximos passos da regulamentação das casas de apostas no Brasil

Como mencionamos, de acordo com a Lei nº 13.756/2018, é responsabilidade do Ministério da Economia elaborar regulamento específico para exploração de jogos online em território brasileiro, até dezembro de 2022. O texto deve informar todos os detalhes das regras para a aprovação das operadoras no país.

 

Segundo a minuta divulgada no início de maio, não haverá limite de casas de apostas que podem atuar no Brasil, mas elas terão que pagar uma taxa única de R$22,2 milhões para obter a licença de cinco anos.

 

Aliás, a regulamentação deve melhorar ainda mais o cenário para as apostas online, já que um mercado regulamentado traz mais segurança para os apostadores.

 

Além disso, fará com que as casas de apostas atuem conforme as leis brasileiras, o que torna qualquer transação financeira muito mais segura. As empresas deverão atender critérios rigorosos para receber aprovação de atuação no Brasil.

 

A regulamentação trará benefícios para o país, população, apostadores e, claro, para os sites de apostas esportivas. Com isso, o Brasil tem tudo para ser um dos principais mercados do mundo.

Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.