Deixar de transferir veículo em 30 dias lidera top 10 de multas do Detran.SP

Infração aparece no topo da lista e representou 27% do total das infrações no ano

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação / Governo do Estado de São Paulo
Foto sobre "Deixar de transferir veículo em 30 dias lidera top 10 de multas do Detran.SP"

Deixar de transferir o veículo dentro do prazo de 30 dias está no topo das multas aplicadas de competência do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP). Entre janeiro e dezembro de 2021, foram registradas 423.393 infrações desse tipo de um total de 1.563.449, o que representa 27% do montante.

Segundo o artigo 233 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) deixar de transferir o veículo dentro do prazo de 30 dias é uma infração média e que gera multa de R$ 130,16, podendo acarretar remoção do veículo ao pátio.

Sua obrigatoriedade está prevista no artigo 123 do CTB, que estabelece a necessidade de um novo Certificado de Registro do Veículo (CRV) em casos de transferência de propriedade ou de município/residência.

Em seguida, aparece na segunda posição a multa por dirigir manuseando, segurando ou utilizando celular, com 165.170 infrações registradas (10,5% do total). Na sequência, na terceira colocação, aparece conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado, com 139.327 (9% do total). Completam as cinco infrações mais aplicadas pelo Detran.SP deixar de usar o cinto de segurança com 126.078 infrações (8%) e dirigir sem habilitação, com 123.407 multas registradas (7,8%).

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.