Empresários protestam contra medida de fechamento para bares e restaurantes

Nos dias 12 e 13, estabelecimentos de São Roque poderão atender somente pelos sistemas de delivery e drive-thru

Da Redação: Ana Laura Gonzalez
Foto: Carlos Mello
Foto sobre "Empresários protestam contra medida de fechamento para bares e restaurantes"

Donos de bares e restaurantes em São Roque se reuniram na Praça da Matriz e realizaram um manifesto nesta quinta-feira (10) para demonstrar insatisfação diante da nova medida implementada pela Prefeitura Municipal na quarta-feira (09), que pretende restringir o funcionamento dos locais para apenas drive-thru e delivery no fim de semana do Dia dos Namorados, dias 12 e 13 de junho. Essa decisão, segundo o governo são-roquense, foi tomada pelo comitê de combate à Covid-19, que também alterou as regras de fiscalização. A multa para os estabelecimentos que desrespeitarem a determinação municipal será dobrada, de R$ 5 mil para R$ 10 mil, e os recorrentes serão fechados com suspensão do alvará de funcionamento.

O empresário Ailton Piovan conversou com a nossa redação e criticou a medida, ressaltando que muitos atuantes deste segmento se prepararam para o fim de semana comemorativo. “Nós todos nos preparamos para o Dia dos Namorados, porque é um dos melhores dias para os restaurantes. Temos que cumprir todos os protocolos de segurança e meu estabelecimento é mais seguro do que qualquer ônibus de São Roque ou qualquer outra aglomeração, então parte do princípio que eu não sou culpado. Não posso ser sacrificado por acharem que bares e restaurantes não estão cumprindo com a sua parte”, disse Piovan, afirmando que está consciente da gravidade que a pandemia proporciona e sugerindo que a Prefeitura intensifique a fiscalização ao invés de restringir o funcionamento.

O presidente da Associação Comercial de São Roque, Antonio Di Girólamo, e o presidente do Roteiro do Vinho, Túlio Patto, estiveram no Executivo Municipal na tarde de quarta-feira (09), onde foram recebidos pela chefe de Gabinete, Daniele Castro. Durante a conversa, eles pediram para que a administração repensasse sobre a restrição. “Fizemos algumas sugestões para que a gente possa fiscalizar os nossos estabelecimentos e estar notificando os outros que não estiverem cumprindo as normas, tanto para a Prefeitura, quanto judicialmente. Até o momento, não tivemos nenhuma resposta”, destacou Patto.

PUBLICIDADEANÚNCIO 'O BOTICÁRIO'

A ação, segundo o governo são-roquense, se faz necessária para preservar a vida, já que a cidade está com a ocupação de leitos nos Hospitais (público e privado) próxima da superlotação e os restaurantes do Roteiro do Vinho vêm registrando aglomerações frequentes aos finais de semana. “A cidade registrou recorde negativo, com ocupação de 88,23% dos leitos de UTI e 93,1% nos leitos de enfermaria, na noite de quarta-feira (09/06). A recomendação das autoridades sanitárias é que os protocolos de prevenção sejam seguidos com rigor”, declarou o Executivo em um informe divulgado à imprensa.

Pablo Fernando, proprietário da cervejaria La Maison De La Bière, declarou que o prefeito da cidade “foi bem infeliz na decisão de prejudicar o segmento de bares e restaurantes”. Ele completa dizendo que apesar de saber que diversas pessoas descumprem os protocolos de segurança, a decisão do Poder Executivo não é justa com quem respeita as determinações. “Fiscalizar é dever da Prefeitura e, a meu ver, as novas restrições não vão funcionar, porque teremos, por exemplo, outros tipos de comércio lotados neste final de semana”.

Além de sua colocação sobre a medida, ele diz que faltou planejamento da administração antes de proibir as atividades dos estabelecimentos e que o governo poderia ter, ao menos, programado esse fechamento com maior antecedência. “Nós fizemos investimentos. Eu, por exemplo, comprei 20 barris de chopp e não vou poder usar no final de semana, então eu acho que ele poderia ter programado essa decisão para outro final de semana e neste promover a fiscalização dos locais”, continuou o munícipe.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.