CrediHabitar, expert em crédito imobiliário

Mudar de casa ( e de vida) não é tarefa difícil para o time dessa Fintec

Assessoria de Imprensa Foto: Pixabay
Foto sobre " CrediHabitar, expert em crédito imobiliário"

Um empresário idealizador de plataformas imobiliárias e três sócios especialistas no ramo decidiram liderar o mercado de crédito imobiliário há cerca de três anos em Belo Horizonte e em 2020 encerraram o ano com mais de R?700 milhões em crédito contratado. A empresa em questão é a fintech CrediHabitar, o CEO é Haldane Teixeira e o time de gestão é formado por Jaime Chiganças, Bernardo Gribel e Debora Morroni. Segundo Haldane, o segredo do sucesso foi criar para ao cliente uma experiência inovadora e sobretudo menos tensa e burocrática. . "Além disso, o crédito imobiliário no Brasil evoluiu muito. Uma operação que tradicionalmente levava cerca de seis meses, hoje leva no máximo dois", explica Haldane. Essa facilidade encontrou clientes que precisam, na pandemia, de casas maiores , com home office e lazer, e famílias que, sem poder viajar, resolveram acelerar o projeto antigo de morar melhor complementa Jaime Chiganças, COO do grupo e com grande vivência no crédito imobiliário, tendo comandado essa área nos Bancos Nacional, HSBC e Bradesco, além de já ter ocupado a cadeira de vice-presidente da Abecip - Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança.
 

Se você, como estas famílias, também pretende mudar de imóvel e para isso quer usar crédito imobiliário, está em ótima companhia. A modalidade de empréstimo cresceu 80% nesse período de pandemia, alavancado pela Selic a 2,75% (ref. Março) e o juros abaixo de 7%a.a. "Com ventos mais estáveis na economia, os bancos também passaram a ver com mais simpatia as operações a longo prazo. Isso também contribuiu para a CrediHabitar ser uma fintec de enorme sucesso", completa Haldane
 

Essa ousadia passou também por uma mudança radical na tecnologia da empresa, implementada por Bernado Gribel , que assumiu como CTO. "O conceito e propósito foram claros: resolver as dores dos nossos clientes, criando uma jornada que facilitasse todo o processo e aprovação do crédito, levando também aos nossos correspondentes ferramentas interativas e intuitivas que pudessem contribuir no aumento da produtividade. Interagimos com os sistemas dos bancos, fornecendo informações em tempo real." enfatiza Bernardo.
 

Crescer foi o grande desafio de Débora Morroni, CMO da CrediHabitar., responsável pelo planejamento das ações de marketing da Plataforma "Tínhamos que capturar e estruturar uma nova carteira de clientes e correspondentes num curtíssimo espaço de tempo com uma estratégia de marketing inovadora e conseguimos", conta.
 

Hoje a CrediHabitar está situada em Belo Horizonte e atua nas cinco regiões do Brasil, com mais de 1.300 correspondentes credenciados autorizados a usar a Plataforma de Crédito e 50 funcionários. A Abecip prevê um crescimento do crédito em torno de 20% em 2021, mas segundo Bernardo Gribel a CrediHabitar vai crescer mais de 50%, isso sem eventuais aportes de investimento. ". O importante é destacar que chegamos aos nossos resultados apoiados num capital social aberto em 2018. Somos a única Fintec que ainda não recebeu rodadas de investimento e já estamos entre as 10 maiores do país" destaca Gribel.
 

O mercado sinaliza um aumento na taxa Selic nos próximos meses pelo Banco Central, que poderá repercutir nas atuais taxas praticadas no mercado de crédito, mas isso não assusta Haldane, CEO da CrediHabitar. "Os bancos ainda têm margens para atuar e não vejo mudanças significativas nas taxas de juros do crédito imobiliário que possam impactar negativamente o mercado. Uma ou outra instituição financeira que tenha funding híbrido ou 100% captado no mercado, poderá sofrer algum impacto maior, mas nada que possa mudar o cenário positivo de 2021. Aqueles que desejam realizar uma operação que envolva crédito imobiliário, precisam entender, porém, que o momento é agora. Não dá para perder as atuais condições", enfatiza Haldane: "Hoje existem modalidades de crédito para todos os fins e eles são muito mais acessíveis que anos atrás. Você consegue não só financiar uma nova operação como usar o atual imóvel para conseguir empréstimos em juros baixíssimos e até pré-fixados para abrir um novo negócio ou capitalizar o mesmo, pagar dívidas, montar um consultório, realizar viagem dos sonhos ou financiar o estudo dos filhos no exterior. Isso era impensável quatro anos atrás".

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.