SP anunciará novas restrições diante de alta em internações por Covid-19

João Gabbardo, coordenador-executivo do grupo, destacou que o estado chegou a um novo recorde de pessoas hospitalizadas em UTIs

Foto: Reprodução / Internet
Foto sobre "SP anunciará novas restrições diante de alta em internações por Covid-19"

O Centro de Contingência em São Paulo antecipou nesta segunda-feira (22) que o governo paulista anunciará novas restrições recomendadas pelo próprio comitê a fim de conter a disseminação do novo coronavírus no estado. João Gabbardo, coordenador-executivo do grupo, destacou que SP chegou a um novo recorde de pessoas internadas em UTIs com Covid-19, e que por essa razão foram feitas "recomendações extraordinárias" à administração do governador João Doria (PSDB).

"O Centro de Contingência apresentou recomendações extraordinárias. O governo está fazendo a análise, preparando atos do ponto de vista jurídico e essas medidas serão anunciadas na quarta-feira (24) para entrar em vigor na sexta-feira (26)", disse Gabbardo durante entrevista coletiva, após falar sobre o recorde histórico de 6.410 pessoas internadas em leitos de UTI no estado, registrado hoje.

"São recomendações que vão tratar da redução de mobilidade, que é o que a gente pode fazer para reduzir a transmissibilidade. Independente da variante, a forma de reduzir é a mesma", completou o coordenador-executivo, fazendo referência às variantes de Manaus e do Reino Unido, que circulam no estado.

De acordo com o UOL, na região de Araraquara, a circulação da variante de Manaus já causou um colapso no sistema de saúde na semana passada e quatro cidades vivem um lockdown rígido, no qual nem supermercados podem funcionar.

Gabbardo esclareceu que as novas restrições serão um complemento às que já são previstas pelo Plano São Paulo, que divide o estado em 17 regiões e dispõe a adoção de medidas restritivas e também a flexibilização delas. A última atualização do plano foi feita na sexta-feira (19) e entrou em vigor hoje. Entre as orientações, está a ampliação do horário para o consumo de bebidas alcoólicas em regiões que estão na fase amarela.

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.