Colisão entre ônibus e caminhão deixa dezenas de mortos no interior de São Paulo

Acidente gravíssimo ocorreu no inicio da manhã desta quarta

Fonte / Imagem: Radio Bandeirantes / G1
Foto sobre "Colisão entre ônibus e caminhão deixa dezenas de mortos no interior de São Paulo"

Uma colisão entre um ônibus e um caminhão resultou na morte de mais de 40 pessoas no começo da manhã desta quarta-feira (25), na rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), entre as cidades de Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré. As primeiras informações sobre o caso são que os dois veículos teriam batido de frente, e segundo informações da PM, foram confirmadas 41 vítimas.

"É a maior ocorrência de acidente com vítimas fatais nas rodovias neste ano. Não há mais sobreviventes no local. Todos os sobreviventes foram socorridos", disse o tenente Alexandre Guedes, da PM, à GloboNews.

O ônibus levava funcionários de uma empresa têxtil para o trabalho. Ao menos 15 pessoas já foram levadas a hospitais e outras tentam ser resgatadas das ferragens. O número pode ser atualizado, já que as informações são comprometidas pelas dificuldades de contato com o local. 

Os feridos estão sendo levados para hospitais de Taguaí, Taquarituba, Fartura, Itaí e Avaré, de acordo com funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Taquarituba. O estado de saúde das vítimas não foi divulgado. 

Segundo a GloboNews, todos os corpos das vítimas serão encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Avaré.

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) informou que realizam uma ação em conjunto com a Polícia Rodoviária, para organizar o tráfego no local e orientando motoristas. A rodovia está completamente interditada nas duas pistas no trecho do acidente. "O DER implantou dois bloqueios na SP 249, próximo aos entroncamentos com a SP 287 e com a SP 255. Após estes pontos de bloqueio, o acesso a SP 249 será permitido restritamente aos veículos de moradores que residam no Bairro Aleixo (na cidade de Taquarituba) e até a cidade de Taguaí", informou o departamento.

Força tarefa para identificar os mortos

O Governo de São Paulo informou que montou uma força-tarefa para identificar e liberar os corpos das vítimas fatais da tragédia em Taguaí. A Secretaria da Segurança Pública acionou os IMLs da região, nas cidades Avaré, Botucatu e Itapetininga, para atender ao grande número de óbitos o mais rápido possível.

"As polícias Civil e Militar estão empenhadas no atendimento às vítimas do acidente. O helicóptero Águia da base de Campinas também foi acionado para auxiliar nos trabalhos. Foi solicitada perícia para o local e as vítimas sobreviventes estão sendo socorridas a hospitais da região. A ocorrência está em andamento e outros detalhes serão passados ao término dos trabalhos", informou o governo etadual .

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.

  • Edmilson

    Deus abençoe a todos, muita tristeza