Prefeitura de São Paulo institui prática do home office de forma definitiva

Fonte: Portal UOL
Foto: Bigstock
Foto sobre "Prefeitura de São Paulo institui prática do home office de forma definitiva"

A Prefeitura de São Paulo segue a partir desta terça-feira (15) a prática do teletrabalho, mais conhecido como home office, de maneira definitiva para os seus mais de 120 mil empregados. O decreto que institui as diretrizes para o trabalho remoto foi firmado ontem pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) e publicado hoje no Diário Oficial da cidade.

A Prefeitura da capital paulista citou o "caminho irreversível" que se tornou a comum no contexto da pandemia do coronavírus como motivação para que fosse adotada da prática. De acordo com o Portal UOL, atualmente, milhares de servidores já cumprem seus horários de trabalho de forma remota parcialmente ou integralmente, em especial os trabalhadores do grupo de risco da covid-19.

Além do novo contexto que a pandemia trouxe à população, a gestão paulistana declara que o home office nos últimos meses causou aumento de produtividade e melhoria na prestação de serviços, assim como redução de gastos. Outro fator mencionado é o ganho ambiental para a cidade, sobretudo graças à diminuição na necessidade de deslocamento diário dos empregados.

Para que o acompanhamento do trabalho remoto seja devidamente realizado, a Prefeitura de São Paulo definiu critérios de avaliação que abrangem metas a serem alcançadas, como possibilidade de avaliação objetiva do desempenho do servidor e registro eletrônico de presença. Existe ainda a condição de que não haja prejuízo para o atendimento ao público.

Entretanto, o trabalho presencial não será descartado totalmente em nenhuma das opções determinadas pelo decreto. Há três alternativas de regime, com um dia, dois ou três presenciais por semana. O dia de atividade presencial não pode ser fixo e deve ter alternância.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.