Sorocaba Refrescos traz Movimento NÓS para a região e pretende ajudar 2 mil estabelecimentos

Mais de 2 mil estabelecimentos de Sorocaba e cidades do entorno vão receber o pacote de benefícios

Foto sobre "Sorocaba Refrescos traz Movimento NÓS para a região e pretende ajudar 2 mil estabelecimentos "

A Sorocaba Refrescos, franquia do sistema Coca-Cola Brasil, segue empenhada em ajudar quem mais precisa durante a pandemia. Nesse sentido, traz para a região o Movimento NÓS, iniciativa criada por oito das principais companhias de alimentos e bebidas do país, entre as quais a Coca-Cola Brasil, para apoiar a retomada dos negócios do pequeno varejo. Em Sorocaba e nas cidades do entorno, a Sorocaba Refrescos, vai contribuir com mais de 2 mil estabelecimentos clientes, oferecendo condições especiais de compra, bonificações e outros aspectos financeiros diferenciados.

“A Coca-Cola Brasil é uma das empresas que se engajou no projeto ao lado de Ambev, Aurora Alimentos, BRF, Grupo Heineken, Mondel?z International, Nestlé e PepsiCo. Nós, como parte desse ecossistema, acreditamos que era importante trazer esse auxílio para nossa região. Estamos muito felizes em poder apoiar os pequenos varejistas que tanto confiam em nosso trabalho e que são nossos parceiros há tantos anos. Isso é mais do que uma simples ação em prol da economia. É uma iniciativa para preservar empregos, negócios e ajudar quem tanto precisa neste momento”, afirma Cristiano Biaggi, diretor-presidente da Sorocaba Refrescos.

À parte dos benefícios financeiros oferecidos pela empresa, os varejistas ainda vão receber uma série dicas diretamente pelo aplicativo KOnnect, lançado pela companhia em março deste ano. O app, que tem como objetivo estreitar as relações da Sorocaba Refrescos com seus clientes, terá diversos conteúdos à disposição dos usuários para ajudar na retomada de suas atividades, além de outras facilidades.

União pelo bem

Juntas, as oito empresas que coordenam a ação vão investir mais de R$ 370 milhões, beneficiando mais de 300 mil pequenos comércios em todo o Brasil – entre bares, lanchonetes, padarias, mercearias, empórios e restaurantes –, que empregam cerca de um milhão de pessoas e proporcionam impacto positivo em aproximadamente três milhões de vidas. As ações tiveram início a partir da segunda quinzena de junho nos locais onde a reabertura dos estabelecimentos for autorizada.

“É a hora de nos unirmos por um único objetivo: ajudar o país a atravessar esse período com o menor impacto possível. Os pequenos varejistas são nossos parceiros e não podemos medir esforços para ajudá-los a superar essa crise”, afirmam, em carta, os oito CEOs das empresas fundadoras do Movimento NÓS. “Vencer a COVID-19 e seus efeitos sociais e econômicos é uma responsabilidade compartilhada entre toda a sociedade. Cada empresa da coalizão já vinha promovendo iniciativas importantes individualmente, mas entendemos que agora é um momento de união. Com todos juntos, fazendo cada um a sua parte, temos certeza de que vamos sair ainda mais fortes desse período”, conclui o documento.

O Movimento NÓS tem como foco de apoio quatro frentes principais, estruturadas para contemplar os desafios enfrentados pelo pequeno varejo na retomada de suas atividades. São eles a reabertura segura com foco na saúde, o reabastecimento facilitado do estoque, o fortalecimento da relação entre comércios locais e consumidores, e a divulgação de informações relevantes do mercado.

As ações do Movimento serão implementadas em total alinhamento com as decisões dos governos de cada cidade para a reabertura. A segurança e a saúde desses parceiros e seus consumidores são prioridades do projeto, que atuará apenas e especificamente nas regiões onde houver a determinação das autoridades quanto à retomada e flexibilização do isolamento social. O NÓS está aberto à adesão de outras empresas que, como o grupo inicial, tenham como premissa auxiliar a retomada sustentável das atividades econômicas do país.

Saiba mais e seja parte do Movimento NÓS: www.movimentonos.com.br.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.