Menino de 10 anos doa economias para ajudar hospital no Rio Grande do Sul contra a covid-19

Mathias Krein repassou R$ 337 para entidade localizada em Arroio do Meio

Fonte: Portal G1
Fotos: RBS TV / Arquivo pessoal
Foto sobre "Menino de 10 anos doa economias para ajudar hospital no Rio Grande do Sul contra a covid-19"

Um menino de 10 anos abriu seu cofrinho e doou R$ 337 ao Hospital São José, localizado no estado do Rio Grande do Sul, em Arroio do Meio. O valor será utilizado pela instituição para adquirir equipamentos de proteção aos profissionais da saúde.

Para Mathias Krein, a razão é bem simples: um dia, ele pode precisar do atendimento na unidade. “Eu vi que o hospital estava precisando. E se eu pegar o coronavírus, eu vou pra lá, né?!”, disse.

A mãe do garoto, professora Magda Rockembach, recorda com emoção o momento em que ele a chamou para conversar e contar que iria doar o dinheiro. “A gente conversou sobre a impotência das doações, mas sem esperar nada. Ele disse que tinha uma coisa para dar e tirou todo o dinheiro”, declarou.

“Ele é apaixonado por Lego, então, quando está de aniversário, os avós e familiares dão um dinheirinho para ele de presente, e ele vai juntando. Às vezes ficamos conversando em família, e aqueles dias falamos das doações e tal, como é importante. Ele ficou pensativo e no dia seguinte ele chamou minha irmã no quarto e disse que gostaria de doar o dinheiro dele, que ele já tinha bastante Lego e assim poderia ajudar”, afirmou a tia Marjana Rockembach, que trabalha como enfermeira.

Segundo informações do Portal G1, o dinheiro já está com o hospital. Uma ajuda necessária, de acordo com Niúra Rodrigues da Silva, gerente de Recursos Financeiros e Materiais, mas cuja quantia é menos importante do que o gesto de solidariedade.

“É uma gratidão imensa para nós e para a comunidade; porque uma criança de apenas 10 anos já levar essa importância que é cuidar da saúde”, diz a gerente.

A cidade de Arroio do Meio possui 22 casos confirmados, divulgou a Secretaria Estadual da Saúde. A incidência por cada 100 mil habitantes é uma das mais elevadas do estado, acima de municípios como Porto Alegre e Bento Gonçalves, por exemplo, que estão entre os cinco com mais registros no Rio Grande do Sul.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.