Prefeitura de São Roque anula as eleições do Fórum Permanente de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura

Na semana passada, foi protocolado um documento que pedia a nulidade do processo eleitoral

Foto sobre "Prefeitura de São Roque anula as eleições do Fórum Permanente de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura"

A Prefeitura de São Roque anunciou na tarde desta sexta-feira (31) que foram anuladas as eleições para o Fórum Permanente de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura, ocorridas no dia 15 de julho. Confira na íntegra o comunicado da administração municipal.

“A Prefeitura de São Roque, comunica que, por decisão conjunta entre a Administração Municipal e a Divisão de Cultura e, sob orientação do Departamento Jurídico, sempre primando pela transparência, zelo nas ações e atendendo ao interesse público, decidiu anular as eleições para o Fórum Permanente e Conselho Municipal de Cultura. Nos próximos dias o assunto será tratado com lideranças do setor cultural. Posteriormente serão anunciadas as medidas adotadas com relação ao caso, especialmente no que tange à aplicação, acompanhamento e fiscalização da Lei nº14017/20, que ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, a qual dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural durante o estado de calamidade pública”.

Acusação de interferência nas eleições

Na semana passada, movimentos e coletivos culturais da cidade protocolaram um documento em que pediam pela nulidade do processo eleitoral, afirmando que a condução das eleições teria sido feita de forma irregular e que a administração municipal e o Departamento de Cultura chegaram a mobilizar funcionários de diversos setores para que eles votassem em uma chapa específica.

A acusação se baseou na lista oficial de eleitores, publicada na internet, e que registrou funcionários de praticamente todos os setores do Poder Público, incluindo o prefeito Claudio Góes e membros da base do governo.

Além disso, também foi divulgado nas redes sociais um vídeo mostrando prints e áudios atribuídos ao Chefe de Divisão de Cultura, Emir Bechir, onde ele supostamente pediria através do WhatsApp para uma pessoa acessar a um link e votar a favor da chapa e dos conselheiros específicos, ação que segundo o que o mesmo vídeo denuncia, também teria sido realizada pelo funcionário de Emir na divisão, Diego Costa.

Na ocasião, em resposta ao Jornal da Economia, a Prefeitura de São Roque negou que tivessem ocorrido irregularidades durante o processo eleitoral e disse que os fatos seriam apurados.

“A eleição do Conselho Municipal de Cultura, no último dia 15, foi realizada em obediência aos dispostos nas legislações e regramentos que norteiam o processo e obedecendo aos princípios da transparência, inclusive, sendo a primeira vez que foi integralmente transmitida online. Com relação à denúncia, será apurada, bem como ouvidos todos os envolvidos”, informou a administração municipal na semana passada.

O Chefe de Divisão de Cultura, Emir Bechir, também falou sobre o tema em entrevista ao programa Giro Mix. De acordo com ele, a eleição ocorreu de forma idônea e todo o rito pode ser acompanhado através da página do Facebook da Brasital. Com relação ao vídeo que circula nas redes sociais, onde ele supostamente pediria votos, o diretor de cultura afirma que o áudio contido nele foi colocado fora de contexto e que ele em nenhum momento procurou manipular a eleição.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.