Salões de beleza e barbearias de São Roque poderão funcionar a partir desta quarta-feira

Medida também contempla, clínicas estéticas

Da Redação: Rafael Barbosa
Fotos: Divulgação
Foto sobre "Salões de beleza e barbearias de São Roque poderão funcionar a partir desta quarta-feira"

Salões de cabeleireiros, barbearias, clínicas estéticas e salões de beleza em geral localizados em São Roque poderão reabrir para atendimento presencial a partir desta quarta-feira (29). A novidade foi divulgada pelo Prefeito Cláudio Góes em live realizada nesta terça-feira (28), onde informou que após encontros realizadas com representantes deste setor comercial, requerimentos feitos ao Governo do Estado e reuniões entre os Departamentos de Saúde e Vigilância Sanitária, foi montado um protocolo que permite a abertura destes estabelecimentos.

As normativas estão contidas no Decreto 9316, expedido nesta terça-feira e que estabelece uma série de regras para que os estabelecimentos possam atender seus clientes. O decreto pode ser conferido na integra através deste link.

“De acordo com o Decreto, a reabertura está condicionada à estrita obediência aos protocolos sanitários para o setor que prevê, entre outros: horário agendado e um cliente por profissional; intervalo de 20 minutos entre os atendimentos para higienização local; uso de EPIs como máscaras, luvas e álcool em gel; distanciamento de dois metros entre as estações de trabalho, e mais (vide Decreto nº9616/20). Também fica proibida a permanência de acompanhantes dentro do estabelecimento”, informou a prefeitura.

PUBLICIDADEAnuncio Alaska 28/07/2020

Os estabelecimentos poderão abrir as portas de quarta-feira a sábado, das 10 às 16 horas, a partir de amanhã (29).

Segundo o Prefeito de São Roque a decisão foi tomada tendo em vista que, embora a região esteja na fase 2 (bandeira laranja) do Plano São Paulo, onde não são permitidos a abertura destes estabelecimentos, a cidade tem índices de enfrentamento ao covid-19 que permite a sua passagem para a fase 3 (bandeira amarela) onde são permitidas a abertura destes comércios. Entretanto o governante afirma que os protocolos de segurança estabelecidos no decreto devem ser seguidos rigorosamente para que os comércios possam operar e que as equipes de fiscalização estarão monitorando estes estabelecimentos com atenção redobrada.

“Solicitamos para aqueles que não conseguirem atender a este protocolo neste primeiro momento que ainda não abram”, informou Góes.

 

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.