Região de Sorocaba continua na bandeira vermelha do Plano São Paulo

Região de Sorocaba fica mais perto de voltar para bandeira laranja de flexibilização

Da Redação: Rafael Barbosa
Fotos: Divulgação
Foto sobre "Região de Sorocaba continua na bandeira vermelha do Plano São Paulo"

A região de Sorocaba continua classificada na fase 1 (bandeira vermelha) do Plano São Paulo, etapa onde apenas os serviços essenciais continuam abertos. Apesar da região se manter na etapa mais restrita de flexibilização comercial, São Roque optou por se manter na fase laranja mantendo comércios varejistas, shoppings, imobiliárias e concessionárias abertas com restrições, medida que já foi contestada pela Justiça, que determinou a volta da cidade a uma fase mais restrita de abertura comercial.

Durante a coletiva, foi retificado que os comércios dos municípios que tiverem na fase laranja poderão optar por estenderem seus horários de atendimento por seis horas, desde que fechem suas portas durante três dias da semana.

Apesar se se manter na zona vermelha do Plano São Paulo a região de Sorocaba teve melhoras em alguns de seus índices. O plano elaborado pelo governo estadual leva em consideração cinco critérios de combate a covid-19 para avaliar que regiões terão sua flexibilização comercial abrandada ou endurecida. São eles.

  • ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs);
  • total de leitos por 100 mil habitantes;
  • variação de novas internações, em comparação com a semana anterior;
  • variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior;
  • variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.

Da semana passada para agora, a ocupação de Leitos de UTI para coronavírus caiu de 75.5 para 74.9%, mantendo-se na fase laranja, enquanto o total de leitos subiu de 8.0 para 9.7, mantendo-se na bandeira verde.

Porém foi nos dados da evolução da pandemia que a cidade contou com melhor expressivas em seus dados, principalmente no número de variação de casos, que passou de 2.68 (bandeira vermelha), para 1.23 (bandeira amarela). Este critério foi um dos principais fatores que colocaram toda a região no vermelho, sofrendo uma piora expressiva entre a atualização do dia 19 de junho (quando o item se encontrava na bandeira verde) e o dia 26 de junho (quando passou para a bandeira vermelha).

As variações de internações e de óbitos também sofreram melhorias nos dados, embora ainda se encontrem na bandeira laranja, passando respectivamente de 1,07 até 1,08 e 1,49 para 1.03.

Os dados se mostram muito similares aos balanços do dia 19 de junho, quando a região de Sorocaba se encontrava em uma faixa mais amena de flexibilização. Deste modo se os índices melhorarem, mesmo que de forma pouco expressiva São Roque e região passam a ter grandes possibilidades de voltar para a fase 2 de flexibilização comercial, na fase laranja.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.