Mairinque regride em flexibilização comercial e apenas serviços essenciais podem funcionar

Restrição comercial começou nesta segunda-feira (29) na cidade

Foto: Camara de Mairinque
Foto sobre "Mairinque regride em flexibilização comercial e apenas serviços essenciais podem funcionar"

Mairinque regrediu em sua flexibilização comercial nesta segunda-feira (29) e agora apenas serviços essenciais tem autorização para funcionar. A medida ocorre após a nova atualização do Plano São Paulo, que regrediu toda a região de Sorocaba para a fase 1 do planejamento econômico (faixa vermelha). Durante a coletiva, o Governador João Dória também estendeu a quarentena até o dia 14 de julho.

 “Essa medida foi tomada em razão do crescimento de número de óbitos na região e grande ocupação nos leitos de UTI. Mairinque já registra 129 casos positivos da doença, com 42 casos curados, 73 recuperando em casa, 4 internados e 10 óbitos”, informou a prefeitura.

Deste modo voltam a valer as medidas de prevenção estabelecidas no Decreto 6.657, emitido em 20 de abril e que estabelece uma série de normativas para os serviços da cidade que podem operar na cidade (confira abaixo desta matéria os detalhes de cada setor).

O Governo municipal também informou que os estabelecimentos considerados essenciais devem fixar informativos de prevenção da contaminação pela COVID-19 nas áreas de fluxo de clientes e adotar medidas especiais com a intenção de proteger idosos, gestantes, pessoas com doenças crônicas ou imunodeprimidas, seguindo as orientações do Ministério da Saúde.

“É importante que os estabelecimentos continuem seguindo as normas sanitárias, como o uso álcool gel, a obrigatoriedade do uso de máscara e mantenham a higienização dos espaços e organização de filas, bem como cumpram os respectivos protocolos setoriais e de testagem do Plano São Paulo”, finaliza a prefeitura.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.