Saiba como funciona o atendimento emergencial odontológico durante a pandemia em Mairinque

A saúde bucal também não pode ser deixada de lado

Fotos: Divulgação
Foto sobre "Saiba como funciona o atendimento emergencial odontológico durante a pandemia em Mairinque"

A pandemia mundial do Coronavírus, decretada pela Organização Mundial da Saúde – OMS provocou alterações nas rotinas dos brasileiros, que devem evitar aglomerações e aumentar os cuidados com a higiene pessoal. A saúde bucal também não pode ser deixada de lado e por isso, frente a esse cenário da Covid-19, apenas os atendimentos de urgência e emergência odontológicos foram mantidos na rede pública de Saúde em Mairinque.

A população que necessitar do serviço pode se dirigir ao Gabinete Odontológico Central (GOC), Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), ESF Barreto Baixo, ESF Jardim Vitória e ESF Dona Catarina nos dias e horários divulgados semanalmente pelos meios de comunicação da Prefeitura, para que o profissional faça avaliação e realize a conduta adequada, seguindo as orientações do Ministério da Saúde.

Os casos considerados emergência serão avaliados e direcionados ao Pronto Atendimento Municipal pois, esses pacientes correm risco de morte. Já a urgência pode ser caracterizada em caso de dor de dente aguda ocasionada por inflamações, sangramento gengival, inchaço no rosto, cáries extensas, restaurações com problemas, trauma dentário com movimentação ou perda do dente. Nestes casos, o paciente receberá o atendimento adequado na unidade de saúde.

Os profissionais da divisão de Odontologia utilizam Equipamentos de Proteção Individual - EPIs, como máscaras cirúrgicas, face shield, óculos de proteção, avental impermeável descartável, toucas e luvas descartáveis e higienizam frequentemente as mãos com água e sabão e álcool em gel. O ambiente é desinfetado após cada atendimento e segue rigorosamente os processos de limpeza dos ambientes, desinfecção dos consultórios e esterilização dos equipamentos e instrumentais.

Para evitar a propagação do Coronavírus, todos os protocolos indicados pelo Ministério da Saúde estão sendo seguidos, porém, o risco do uso do "motorzinho" e do ultrassom odontológico é muito grande, pois estes liberam micro gotículas de saliva no ar, que ficam suspensas no ambiente por até 3 horas e podem ser facilmente carregadas por correntes de ar, contaminando outros ambientes.

Por isso pedimos aos munícipes que só procurem atendimento odontológico caso exista real necessidade.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.