Teste de vacina de Oxford contra Covid-19 terá a participação de 2 mil brasileiros

Aplicação começa em junho no país, agora considerado epicentro da pandemia

Fonte: Portal G1
Foto: Reprodução / Olhar Digital
Foto sobre "Teste de vacina de Oxford contra Covid-19 terá a participação de 2 mil brasileiros"

Dois mil brasileiros farão parte dos testes para vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford. De acordo com informações do Portal G1, a estratégia tem a ver com um plano de desenvolvimento global, e o Brasil vai ser o primeiro país fora do Reino Unido a começar a testar a eficiência da imunização contra o vírus.

Os testes vão ser feitos no Rio de Janeiro e em São Paulo. Em SP, os testes vão ser feitos em mil participantes e conduzidos pelo Centro de Referência para Imunológicos Especiais (Crie) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A Fundação Lemann está financiando a estrutura clínica e os equipamentos para o procedimento.

Em entrevista na semana passada, a pesquisadora brasileira Daniela Ferreira, que faz parte do projeto, já havia falado ao G1 o dilema que é a prova de eficácia: os responsáveis pelo estudo em Oxford analisavam com preocupação o impacto da redução da curva de casos confirmados no Reino Unido na pesquisa. Já naquele período a equipe se organizava para expandir os testes em um local com altas taxas de circulação do Sars-Cov-2 para conseguir acelerar a constatação da possível eficácia da vacina.

“É uma situação um pouco bizarra, porque você quer que o coronavírus desapareça, não quer que as infecções continuem”, afirmou a chefe do departamento de ciências clínicas da Escola de Medicina Tropical de Liverpool.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.