Notice: Trying to get property of non-object in /srv/app501.2d4f85eb.configr.cloud/www/admin/api/users_api.php on line 41
Mapa mostra alcance do coronavírus no mundo em tempo real - Jornal da Economia

Notice: Undefined variable: galeriaPost in /srv/app501.2d4f85eb.configr.cloud/www/site/pages/noticias/noticia.php on line 67

Warning: array_merge(): Argument #1 is not an array in /srv/app501.2d4f85eb.configr.cloud/www/site/pages/noticias/noticia.php on line 67

Warning: array_filter() expects parameter 1 to be array, null given in /srv/app501.2d4f85eb.configr.cloud/www/site/pages/noticias/noticia.php on line 67

Mapa mostra alcance do coronavírus no mundo em tempo real

O painel online exibe novos casos relatados de infecção pelo coronavírus

Fontes: Superinteressante / Revista Galileu
Foto: Barcroft Media / Getty Images
Foto sobre "Mapa mostra alcance do coronavírus no mundo em tempo real"


Notice: Undefined variable: html_anuncio in /srv/app501.2d4f85eb.configr.cloud/www/admin/api/template_api.php on line 41

O Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas (CSSE) da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, desenvolveu um painel online que mostra em tempo real novos casos relatados de infecção pelo coronavírus – que possui mais de 6 mil casos no mundo e até essa quarta-feira (29) já matou ao menos 132 pessoas.

O mapa exibe como o vírus está se espalhando na China e em outros países do globo. O site exibe informações e estatísticas sobre mortes, casos confirmados e pacientes curados. Além do mais, a plataforma também permite que os visitantes façam download dos dados gratuitamente.

"Criamos esse painel porque achamos importante que o público entenda a situação do surto à medida que ela se desenvolve com fontes de dados transparentes", afirmou Lauren Gardner, professora de engenharia civil e codiretora da CSSE, em declaração à Universidade.

Os dados por trás da visualização da plataforma estão sendo coletados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo Centros para Controle e Prevenção de Doenças, nos Estados Unidos, pela Comissão Nacional de Saúde da República Popular da China e pelo Dingxiangyuan, uma rede social para profissionais de saúde que fornece dados em tempo real. "Para a comunidade de pesquisa, esses dados se tornarão mais valiosos à medida que continuarmos a coletá-los ao longo do tempo", disse Lauren.

Para navegar pela plataforma, acesse ao site.

O que são coronavírus?

Os coronavírus (CoV) compõem uma grande família de vírus, conhecidos desde meados da década de 1960, que receberam esse nome devido às espículas na sua superfície, que lembram uma coroa (do inglês crown). Podem causar desde um resfriado comum até síndromes respiratórias graves.

O novo coronavírus é uma variante denominada 2019-nCoV, e foi identificado em investigação epidemiológica e laboratorial, após a notificação de casos de pneumonia de causa desconhecida entre dezembro/2019 e janeiro/2020, diagnosticados inicialmente na cidade chinesa de Wuhan, capital da província de Hubei.

Centenas de casos já foram detectados na China. Outros casos importados foram registrados na Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Vietnã, Cingapura, Arábia Saudita e Estados Unidos da América; todos estiveram em Wuhan.

E no Brasil?

Até o momento, nenhum caso da doença foi confirmado no Brasil – nem em qualquer outro país latino-americano. Cinco suspeitas foram descartadas pelo Ministério da Saúde em todo o território, por não atenderem aos requisitos da OMS (os pacientes não estiveram na China). Entretanto, o país já se prepara para a possibilidade do coronavírus chegar por aqui.

Recentemente, o Hospital das Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) anunciou um plano operacional para combater casos do 2019-nCoV caso ele apareça no Brasil. O centro, considerado uma referência em infecções contagiosas, estipula que um paciente só será considerado suspeito caso tenha estado na China ou tenha contato com alguém que esteve por lá há pouco tempo – além de apresentar sintomas típicos, como tosse e febre.

O teste que confirma a presença do coronavírus já é existente no Brasil, porém é oferecido somente pelo Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Por isso, os médicos são instruídos a testar outras possibilidades de doenças respiratórias que causam sintomas parecidos antes de analisarem amostras em laboratório.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.