Mais do que vender, é importante aproveitar a época para se relacionar com os clientes e gerar fidelidade

Assessoria de Imprensa
Foto sobre "Mais do que vender, é importante aproveitar a época para se relacionar com os clientes e gerar fidelidade"
Creditos da imagem: divulgação/internet

A globalização acirrou a concorrência entre as empresas. O cliente, cujas opções de compras antes se limitavam a lojas físicas, hoje se depara com uma gama imensurável de produtos e serviços na internet. Sim, o advento da Rede Mundial de Computadores trouxe inúmeros benefícios, mas, também, novos desafios às empresas. A dúvida que fica é: nesta Black Friday, em meio a tantas ofertas vindas das mais diversas fontes, como se destacar e não sucumbir à concorrência?

 

O especialista em gestão estratégica de negócios Marco Antônio Oliveira aponta o caminho: apostar no marketing de experiência para melhorar a qualidade do atendimento. “Os consumidores têm mais opções do que nunca e eles sabem disso. Graças à internet, eles podem ter quase tudo que procuram, quando procuram. Como resultado, valorizam cada vez mais grandes experiências e a capacidade de se conectar com outras pessoas”, afirma.

 

Segundo Marco, a estratégia de vendas com foco na experiência nos leva para um jogo diferente, com regras diferentes, e as empresas ganham ou perdem por causa da experiência que proporcionam a seus clientes e não pelo preço ou característica de seus produtos.

 

“Hoje, todos na empresa precisam saber como ser criativa. A maneira com que seus funcionários atendem o telefone, com que respondem uma solicitação de um prospect, com que cumprem os prazos, a frequência que dizem não às pessoas, tudo isso ajuda a criar uma pontuação sobre a sua experiência”, enfatiza Marco, que é sócio-proprietário da consultoria para negócios O4B – Open for Business.

 

Aos poucos, acrescenta o especialista, a empresa vai mostrando sua essência: voltada para uma experiência grandiosa com o cliente ou que apenas pensa em vender, sem se importar com o que vem depois. “Se existe uma coisa que podemos aprender com grandes marcas é a questão da fidelidade. Grandes experiências geram fidelidade e, quando uma pessoa, empresa, profissional ou parceiro de negócios é fiel a uma marca, trocá-la se torna mais doloroso e cria um grande laço emocional entre os envolvidos”, enfatiza.

 

Segundo Marco, marketing de experiência não é apenas uma solução para evitar o abandono dos clientes, barrar a concorrência ou garantir a satisfação dos consumidores. “A experiência é uma solução para ter os clientes próximos, construindo uma comunidade entorno da sua marca. A experiência é a única solução para que isso aconteça”, diz.

 

O consultor recorda que, de fato, a primeira impressão é a que fica. “Sabe aquela pessoa que, assim que você conhece, você não vai com a cara? Então, com a experiência acontece a mesma coisa. E como sabemos, mesmo que depois essa pessoa se torne a sua amiga, o desafio de transformar antipatia em simpatia é duro e sempre persiste uma pulga atrás da orelha. Logo, as empresas precisam focar não só no primeiro contato, mas em como manter esta experiência positiva no tempo”, afirma.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.