Últimos dias da exposição “O Imaginário”, de Vânia Braga

A mostra faz parte da série Reminiscências da Infância e conta com 15 obras em bronze

Assessoria de Imprensa Foto: Divulgação
Foto sobre "Últimos dias da exposição “O Imaginário”, de Vânia Braga"

Até o dia 14 de outubro, os visitantes da iGaleria poderão apreciar a exposição “O Imaginário”, da artista plástica e escultora brasileira, Vânia Braga. Da série “Reminiscências da Infância”, a mostra que tem entrada franca, conta com 15 obras em bronze, sendo três aéreas e duas em tamanho natural. 

Pela primeira vez em São Paulo com esta exposição, Vânia fez um resgate de sua infância para retratar em belas esculturas, brincadeiras de rua que marcaram época. “São lembranças que surgem do fundo da minha alma”, conta. Com um toque bem personalizado, a artista evidencia a alegria, a simplicidade e criatividade das crianças em reproduzirem seus próprios brinquedos.

Nas obras, os personagens vivem a magia de transformar pedaços de madeira e rolamentos velhos em um Carrinho de Rolimã, uma ponta de giz e uma pedrinha chata em uma Amarelinha, de construir sua própria Pipa e viajar com ela ao sabor do vento, vibrar com o rolar das Bolinhas de Gude, do Pião, do Bambolê e da Ciranda. O Telefone de Latinha, Pular Corda, correr de Patinete pelas calçadas entre outras brincadeiras inocentes que se perderam no passado mas continuam vivas nas lembranças de quem presenciou essa geração.

Em todas as brincadeiras reproduzidas com um leve toque de cor, resultado de uma fundição especial do bronze, a alegria e interação entre as crianças é evidente. Em uma das obras, a artista propõe uma reflexão sobre a influência negativa dos eletrônicos na infância da atualidade. Na escultura, um menino e uma menina, de costas, jogam no celular sem conversar. 

Os curadores da mostra, os empresários Cláudia Paronetti e Luis Dealis, contam que a inspiração para cada obra da série é muito pessoal e emocionou Vânia durante todo o processo. Fazendo um resgate às suas memórias mais íntimas, a artista descobriu sua aptidão como escultora na infância, quando brincava com barro em suas férias no interior. “No trabalho com o barro as mãos da artista são conduzidas naturalmente até que aos poucos cada peça vai ganhando forma”, explica Cláudia.

“Essa exposição nos faz pensar sobre nossa caminhada, tudo que aprendemos e construímos ao longo da jornada, que nos separa daqueles dias da infância até os tempos atuais”, comenta Luis. São lembranças saudosas, agora, eternizadas em obras de arte.

TRAJETÓRIA

Com contato próximo a arte desde criança, Vânia Braga foi criada junto aos muitos artistas que frequentavam o Atelier do seu pai, o pintor Alberto Braga. Sua obra ganhou reconhecimento em todo país e está em exposição em grandes centros de visitação como a escultura “Maternidade”, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, e a obra de “Chico Xavier”, em Pedro Leopoldo. Encomendado pelo Governo de MG, o projeto “Eterna Modernidade”, no complexo da Lagoa da Pampulha, retrata Juscelino Kubitschek, Candido Portinari, Burle Marx e Oscar Niemeyer, em tamanho natural, produzidos por Vânia em parceria com o também escultor e artista plástico mineiro Diego Rodrigues.

Em sua série de felinos e animais da natureza, a mais conhecida entre o grande público, a arista reproduz onças, leões, rinocerontes, hipopótamos, gorilas e outros esculpidos em argila e transformados em bronze ou em resina. Sua impressão estética clean, prioriza as linhas e formas essenciais de cada animal em poses plásticas e imponentes que atraem o olhar.

SOBRE A IGALER!A

Aproximar o visitante do que há de mais mágico na contemplação de uma obra de arte é a proposta da iGaler!a. Um espaço que estimula nos visitantes o exercício da interpretação, diante de um rico acervo com quadros e esculturas de artistas plásticos brasileiros modernos e contemporâneos entre eles; Di Cavalcanti, Aldemir Martins, Gustavo Rosa, Cassio Lazaro, Claudio Tozzi, Carlos Araújo, Cabral, Fang, Carybé, Gilberto Salvador, Ivald Granato, Sou Kit entre outros. Sob o slogan de “Simplesmente Arte” a iGaler!a  está de portas abertas a apreciadores, igualmente abertos, a experimentar as emoções que a arte proporciona ou para àqueles que desejam fazer uma aquisição de qualidade”.

Exposição O Imaginário de Vânia Braga

# Entrada franca

Data: De 19 de setembro a 14 de outubro

Local: iGaler!a

Endereço: Alameda Araguaia, 681. Alphaville (manobristas no local)

Horário: segunda a sexta das 10h às 18h e aos sábados das 10h às 15h

Telefone: (11) 4193-1303

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.