Polícia Civil prende homem que se masturbava enquanto seguia jovem em São Roque

Homem já tinha passagem por furto e foi indiciado por Importunação Sexual

Fotos: Divulgação
Foto sobre "Polícia Civil prende homem que se masturbava enquanto seguia jovem em São Roque"

Policiais Civis de São Roque prenderam na manhã desta sexta-feira (04) um homem acusado de seguir duas mulheres enquanto se masturbava publicamente no centro de São Roque. Segundo as autoridades, o crime ocorreu por volta das 07h, na Rua Amador Marques da Silva, próximo a clínica Precision, onde a vítima caminhava e era seguida de perto pelo homem, que se masturbava em meio a via pública.

A vítima não percebeu a ação do marginal no momento, mas foi advertida por uma amiga da ação do homem e após verificarem imagens de uma câmera de segurança da área, comprovaram a ação. Assustada com a situação a jovem procurou a Polícia Civil e apresentou a denúncia mostrando as imagens às autoridades, que reconheceram o homem, que já tinha passagens pela polícia por furto e era conhecido no meio policial.

Foram feitas buscas pela área central e as autoridades encontraram o homem na casa dos pais, com quem vivia temporariamente. “Ao ser questionado pelos policiais, o acusado disse que tinha feito uso de crack durante toda a noite e não se lembrava de nada. Ele foi conduzido ao plantão policial onde foi prontamente reconhecido por testemunhas e também através das câmeras de segurança”, disse a Polícia Civil a esta reportagem.

Diante das evidências o homem foi interrogado e confessou a autoria do crime, sendo indiciado por Importunação Sexual, cuja pena é de 01 a 05 anos de reclusão.

O indivíduo foi recolhido à cadeia municipal e será apresentado ao Plantão Judiciário de Sorocaba para uma audiência de custódia na manhã deste sábado (05).

De acordo com Anderson Góes, escrivão chefe da Delegacia de Policia de São Roque, a polícia civil irá analisar as imagens e tentará identificar a outra mulher que aparece nas imagens  além de tentar identificar outras eventuais mulheres que foram vítimas do indivíduo.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.