Os maiores mitos sobre passagens aéreas

Assessoria de Imprensa Foto: Divulgação
Foto sobre "Os maiores mitos sobre passagens aéreas"

Comprar passagens aéreas é uma verdadeira aventura para quem está sempre atrás de promoções para voar mais por menos dinheiro. Mas existem alguns mitos que definitivamente precisam ser desmascarados quando o assunto é estratégias para voar mais barato. A regra geral é que a única forma de garantir um bom preço é pesquisar bastante, sabendo que o bom preço é aquele que você pode pagar sem comprometer seu orçamento.

 

A seguir, desmistificamos algumas situações comuns que aparentemente dariam vantagens na hora de comprar passagens aéreas, mas que, na prática, não fazem muita diferença.

 

1. Comprar no site da empresa aérea é sempre mais barato

Nem sempre. Sistemas de busca pela internet mostram uma série de promoções que podem estar escondidas nos sites das companhias. Plataformas como a MaxMilhas, que oferecem passagens promocionais emitidas com milhas, podem trazer preços melhores, graças a uma combinação inteligente de voos. Tanto destinos nacionais quanto internacionais podem sair mais baratos.

2. Quanto antes você reservar a passagem, melhor

Não é bem assim. É claro que a passagem precisa ser comprada com alguma antecedência para que saia mais em conta, mas isso não quer dizer que comprando muitos meses antes você vai conseguir o valor mais baixo. Na verdade, o preço pode subir ou cair a qualquer momento e, reservando muito antes, pode ser que apareçam passagens aéreas promocionais e você perca dinheiro. Um estudo da empresa americana de turismo Cheapair.com aponta que o período ideal para comprar passagens com bons preços é entre 21 e 121 dias antes da viagem.

3. Comprar de madrugada é desconto na certa

Não. Voar de madrugada pode ser mesmo mais barato, mas comprar o bilhete de madrugada para viajar em qualquer horário não faz a menor diferença. Os preços não caem quando há menos clientes acessando o site de vendas. O que pode acontecer, ocasionalmente, é alguma companhia aérea realizar promoções desse tipo para atrair clientes, o que seria uma ação absolutamente isolada. Não é preciso ficar acordado de madrugada procurando voos baratos.

4. Pesquisar com aba anônima ou limpar histórico gera preços melhores

Este é um mito muito disseminado, mas usar a aba anônima ou limpar o histórico de navegação do seu browser não faz a passagem ficar mais barata. O engano está em achar que as plataformas de busca utilizam os dados das sessões de navegação para medir se você tem mesmo muito interesse em determinado voo e, assim, deixá-lo mais caro. Mas esta suposição não tem fundamento. O preço sobe quando há muito interesse de diversos clientes pelo mesmo voo, mas não quando um cliente específico se mostra individualmente interessado por determinada viagem.

5. Comprando ida e volta fica mais barato

Atualmente, essa máxima não é mais uma verdade. Como há uma grande variedade de serviços caça-promoções de passagens aéreas, é muito comum encontrar um voo de ida barato de uma companhia e a volta mais barata de outra. Pesquisar é a única forma de garantir que tanto ida quanto a volta estarão no melhor preço.

 

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.