Obra de duplicação entre Vargem Grande Paulista e São Roque devem começar em 2020

Próxima etapa deve ocorrer entre os quilômetros km 46, até o km 63

Foto sobre "Obra de duplicação  entre Vargem Grande Paulista e São Roque devem começar em 2020"

As obras de duplicação da Rodovia Raposo Tavares entre Vargem Grande Paulista e São Roque devem ficar para o ano que vem segundo informação da concessionária ViaOeste, em resposta dada nesta semana ao Jornal da Economia.

 A próxima fase da obra, deve ligar Vargem Grande Paulista  até  Sorocaba e está prevista no contrato de concessão da ViaOeste e sua próxima etapa deve estender os 17 quilômetros, entre o km 46+700, após o pedágio na região de Vargem Grande Paulista até o km 63 na rotatória que se localiza em São Roque próximo as concessionárias Aracaí Veículos e Vego Motors.

Entretanto as obras não devem começar neste ano pois o empreendimento encontra-se, neste momento, em fase de obtenção da Licença Prévia e as respectivas Licenças de Instalação devem ocorrer ao longo de 2020.  “As obras de Duplicação seguem rito completo de licenciamento ambiental, sendo imprescindível a realização de Estudo de Impacto Ambiental, obtenção de Licença Prévia e de Licença de Instalação para início efetivo das obras”, informou a ViaOeste.

PUBLICIDADEJORNAL DA ECONOMIA JE

Após passar por esta etapa a concessionária deve realizar ações de comunicação específica com a comunidade localizada ao longo da rodovia, já que as obras seguirão o traçado da rodovia que deve ser alargada para a realização da duplicação, mudando significativamente a sua estrutura atual.

Ações de comunicação já foram realizadas pela concessionária, através de audiências públicas ocorridas em São Roque, Alumínio e Sorocaba no mês de setembro de 2018, na qual apresentou a necessidade e características do empreendimento e ouviu reivindicações de moradores da região.

Deste modo as obras de duplicação devem demorar um pouco para começar e finalmente chegar a São Roque, uma das principais interessadas a usufruir da segurança proporcionada por uma via duplicada.  “A Concessionária estima que, após emitidas as respectivas licenças ambientais, as quais não dependem exclusivamente das ações da Concessionária, as obras tenham início em meados de 2020”, esclareceu a ViaOeste.

 

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.

  • Paulo Jader Godoi

    22 anos depois de muitas mortes e cobrança ininterrupta de pedágio, agora vão duplicar este trecho, e, só farão isso, pois o DER está duplicando a Bungiro para depois entregarem para eles também.

  • Diego

    Vai ter retorno antes do pedágio de vgp?

  • CarCarla

    Onde será o retorno para os moradores do bairro do Caetê???