A tradição do Tapetes de Serragem nas Festas de Agosto

Tradição entrou nas Festas de Agosto até que em 1975

Autora: Julia Natarula Cerdeira
Fotos: Julia Natarula Cerdeira
Foto sobre "A tradição do Tapetes de Serragem nas Festas de Agosto"

Um dos pontos mais esperados da Procissão em Louvor a São Roque é a confecção dos famosos tapetes de serragem, montados ao longo das ruas por onde a comitiva de fieis passará e que embelezam ainda mais a cidade no dia 16 de agosto.

A princípio, a confecção dos tapetes também era feita exclusivamente no feriado de Corpus Christ, mas em determinado período esse feriado foi removido do calendário da cidade, priorizando o feriado do aniversário da Cidade.

Assim esta tradição ficou esquecida, até que em 1975, uma comissão de colaboradores das Festa de Agosto, formada por Zé do Nino, Vasco Barioni, Lucindo Lima e Murilo, decidiu trazer uma inovação. Eles haviam viajado por várias cidades brasileiras atrás dos tapetes de serragem, mas se entusiasmaram em Matão (SP) onde tomaram conhecimento das técnicas e materiais para a confecção dos mesmos.

Em agosto do mesmo ano, Vasco Barioni fez um pequeno tapete em frente à sua casa e com a serragem que sobrou, no mesmo dia, fizeram outro na frente da casa do Zé do Nino, localizado da rua Rui Barbosa. A cada ano a extensão do tapete foi ganhando importância. Mas como a coloração da serragem exige muitos cuidados e a tinta deveria ser temperada corretamente, o que demanda muito tempo e gastos, em 1986 o festeiro do ano, Orlando de Castro, disponibilizou de sua fazenda ajudantes para ficarem responsáveis pela serragem. O que ajudou e muito para confecção do tapete durante todo o trajeto da procissão. Hoje em dia, a prefeitura disponibiliza a condução para esses ajudantes.

Atualmente cada rua tem uma equipe responsável, há alguns anos alguns professores e algumas escolas se interessaram e juntamente com seus alunos passaram a ser responsáveis pela feitura dos tapetes no local determinado por uma comissão de organizadores. Como se tornou algo oficial da festa, alguns festeiros são patrocinadores, ajudam com as tintas ou com que precisa.

Como a cidade fica cheia e os voluntários são em maior quantidade, mesmo com a volta do feriado de Corpus Christ, o tapete ficou tradicional no 16 de agosto. A cada ano os desenhos para os tapetes se superam, e todos podem ajudar na colaboração dos tapetes nas ruas, as serragens e os moldes estão sempre sendo inovados e todos fazem de tudo para que a cidade fique linda, principalmente nesta data.

OFERECIMENTO

 

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.