CBA realizará simulação de situação de emergência envolvendo barragem em Alumínio

População cadastrada será avisada e convocada para os treinamentos prévios

Foto sobre "CBA realizará simulação de situação de emergência envolvendo barragem em Alumínio "

A CBA (Companhia Brasileira de Alumínio) anunciou que irá realizar um simulado de situação de emergência envolvendo a população de Alumínio, como parte do Plano de Ação de Emergência da barragem do Palmita. A ação que acontece no dia 16 de outubro, às 10h, envolverá toda a comunidade na zona de autossalvamento da cidade.

A ação busca preparar a população para casos de emergências envolvendo a barragem, entretanto o risco de um desastre no local é baixo, segundo o último relatório realizado em 2016. A Prefeitura de Alumínio já havia anunciado em janeiro deste ano medidas de segurança para moradores da cidade, onde fica a barragem de uma das maiores produtoras de alumínio do país.

A notícia da simulação foi divulgada durante a terceira reunião da Comissão Mista, realizada na última sexta-feira (9) e que reuniu representantes dos municípios de Alumínio, Sorocaba e Itu. Pela primeira vez, representantes da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) participaram do encontro e passam a acompanhar o desenvolvimento das atividades como membros da Comissão Mista.

PUBLICIDADEJORNAL DA ECONOMIA JE

Os treinamentos e simulados com a população são o próximo passo do Plano de Ação de Emergência, que já teve, em sua primeira etapa, o cadastramento da população da zona de autossalvamento. Atualmente, o processo está na segunda fase, que contempla a definição dos pontos de encontro nas rotas de fuga, validados em parceria com a Defesa Civil do município, bem como a instalação de 23 placas nesses locais e de sirenes de notificação em massa.

Com os equipamentos instalados, a população cadastrada será avisada e convocada para os treinamentos prévios, que acontecerão entre agosto e setembro, e vão preparar os participantes para o simulado, agendado para outubro. Os treinamentos pré-simulado serão feitos por ponto de encontro. A população do entorno será levada ao local indicado por uma equipe treinada, para que entendam a dinâmica da ação.

No total, foram registradas 4.083 pessoas na zona de autossalvamento, além de 2.334 imóveis. O registro contempla informações como idade dos moradores, quantidade de pessoas por imóvel e dificuldades de locomoção.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.